Imprensa livre e independente
10 de dezembro de 2018, 15h39

Daíra homenageia Belchior e lança o clipe “Princesa do Meu Lugar”, gravado no Ceará

O clipe é o resultado de uma imersão da cantora em diversas cidades do estado natal do compositor e será lançado dia 06/12 no YouTube

Foto: Divulgação
As carnaubeiras, as florestas de cajueiros e as belezas do Ceará compõem o cenário do novo clipe da cantora carioca Daíra, “Princesa do Meu Lugar”, faixa do álbum de releituras de Belchior, “Amar e Mudar as Coisas” (Porangareté, 2017). O clipe foi gravado durante uma imersão da intérprete em diversas cidades do Ceará, incluindo Sobral, local onde nasceu o compositor cearense. Repleto de histórias e representações do povo cearense, e com a participação da família de Belchior, o clipe foi lançado no dia 6 de dezembro no YouTube. Daíra com Nilson, irmão de Belchior. Foto: Divulgação Ressaltando as belezas do...

As carnaubeiras, as florestas de cajueiros e as belezas do Ceará compõem o cenário do novo clipe da cantora carioca Daíra, “Princesa do Meu Lugar”, faixa do álbum de releituras de Belchior, “Amar e Mudar as Coisas” (Porangareté, 2017). O clipe foi gravado durante uma imersão da intérprete em diversas cidades do Ceará, incluindo Sobral, local onde nasceu o compositor cearense. Repleto de histórias e representações do povo cearense, e com a participação da família de Belchior, o clipe foi lançado no dia 6 de dezembro no YouTube.

Daíra com Nilson, irmão de Belchior. Foto: Divulgação

Ressaltando as belezas do Ceará, a canção “Princesa do Meu Lugar” fala sobre o êxodo rural, sobre quem sai da sua terra natal para tentar a vida longe. “É a história de milhões de brasileiros que saem de seu lugar de origem, sem previsão de volta, e que talvez nunca retornem. Mesmo assim, eles carregam na memória as características do seu lugar, o amor e a família que deixaram para trás e a saudade que aperta no peito ao lembrarem de seus queridos e do seu lugar”, conta Daíra.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Reitor do Mackenzie censura debate com a participação de Boulos

Esse universo, berço de Belchior, serviu de inspiração para Daíra, que, acompanhada da cinegrafista cearense Floriza Rios, embarcou em uma viagem de 15 dias pela terrinha, recolhendo suas próprias impressões de cidades como Sobral, Fortaleza, Senador Pompeu, Guaramiranga e Jijoca de Jericoacoara. Floriza Rios, que mora no Rio de Janeiro, foi a anfitriã da viagem. Sua experiência real de voltar ao seu lugar de origem foi o ponto de partida para a produção do clipe. A edição é de Thiago Conceição e as imagens foram dirigidas por Daíra.

“Sobral Canta Belchior”

Durante a viagem, Daíra também se apresentou no festival “Sobral Canta Belchior”, cantando com vários artistas locais para homenagear a poesia de um dos maiores ícones da música brasileira, sendo ela a única participante de fora do estado. Além de captar a vivência da viagem, o clipe traz imagens documentais e passa por locais importantes na vida do compositor.

Na viagem, a cantora, que também vem de uma família do Ceará, quis conhecer de perto a cidade e a família de Belchior, que a recebeu de braços abertos. Os irmãos do compositor cearense, Ângela e Nilson Belchior, a cunhada Silvia Belchior, e a sobrinha Priscila Belchior aparecem no clipe. A família ainda deu dicas e dividiu histórias do compositor com a intérprete. A filha do compositor, Camila Belchior, por exemplo, recomendou uma passagem por Guaramiranga.

Veja também:  Índice de suicídio entre jovens negros é 45% maior do que entre brancos

“Princesa do Meu Lugar’ fala um pouco desse desejo de quem sai da sua terra, como Belchior, o meu avô, e tantos milhões de brasileiros. A canção fala de relembrar e trazer de volta os seus amores e lugares tão queridos através de lembranças, música e sentimentos”, diz Daíra, que também conta de sua experiência com a família do compositor. “Eles amaram o meu trabalho, foram extremamente generosos e disseram que acreditam de coração que, mesmo no exílio, Belchior tenha escutado o meu disco. Foi um encontro emocionante”.

Em “Princesa do Meu Lugar”, Daíra também quis trazer à luz o elemento feminino. “Eu canto essa música em homenagem à minha mãe. No clipe, é como se eu estivesse falando para essas grandes mulheres: mães, avós e filhas, que são obrigadas a sair, a viajar, e a deixar para trás as mulheres de sua família que tanto lhe ensinaram”.

Álbum todo feito com canções de Belchior

Capa do CD. Foto: Divulgação

O vídeo faz parte do projeto “Amar e Mudar as Coisas”, disco de releituras do compositor cearense lançado em 2017. A ideia do álbum veio do diretor musical do selo Porangareté, Rodrigo Garcia, que junto com o músico Augusto Feres, acompanham Daíra no álbum. No projeto, a cantora dá vida a diversos sucessos do cancioneiro de Belchior, como “Coração Selvagem” e “Alucinação”, além de músicas consideradas “lado B”, caso de “Princesa do Meu Lugar”, que nunca chegou a ser gravada oficialmente por ele.

Veja também:  Bolsonaro minimiza derrota na Câmara, que retirou Coaf de Moro: "Continua no governo"

“Princesa do Meu Lugar” já foi interpretada ao vivo por Daíra e Elba Ramalho, uma das admiradoras da cantora, que a descobriu por acaso no YouTube. “A canção fala sobre saudade e o clipe tem um pouco de tudo o que sentimos e vivemos por lá. É uma grande homenagem a Belchior e ao povo cearense”.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum