#FÓRUMCAST
03 de julho de 2018, 06h33

Dallagnol insinua que Toffoli agiu como funcionário de Zé Dirceu

Toffoli cassou nesta segunda-feira (2), a decisão do juiz Sérgio Moro de impor a Dirceu o uso da tornozeleira

O procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol usou o Twitter nesta segunda-feira (2) para ironizar decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Ao comentar a decisão que livrou José Dirceu do uso da tornozeleira eletrônica, Dallagnol disse que o ministro da Suprema Corte “cancela cautelares de seu ex-chefe”.

Toffoli cassou a decisão do juiz Sérgio Moro de impor a Dirceu o uso da tornozeleira. O ministro afirmou na sentença que Moro “extravasou” sua competência ao determinar a medida cautelar .

“O Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR, em decisão com extravasamento de suas competências, restabeleceu medidas cautelares diversas da prisão, outrora determinadas em desfavor do paciente, à míngua de qualquer autorização deste Supremo Tribunal Federal, que, em decisão colegiada da Segunda Turma, deferiu medida cautelar em habeas corpus de ofício, para assegurar a liberdade plena ao ora reclamante até a conclusão de julgamento da ação”, sentenciou o ministro do STF”.

Dias Toffoli integrou a equipe do então ministro José Dirceu na Casa Civil. Antes, foi consultor jurídico da CUT e assessor parlamentar na Assembleia Legislativa de São Paulo, além de advogado de Lula nas campanhas de 1998, 2002, e 2006. No governo do ex-presidente. foi advogado-geral da União.


#tags