Imprensa livre e independente
03 de julho de 2018, 06h33

Dallagnol insinua que Toffoli agiu como funcionário de Zé Dirceu

Toffoli cassou nesta segunda-feira (2), a decisão do juiz Sérgio Moro de impor a Dirceu o uso da tornozeleira

O procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol usou o Twitter nesta segunda-feira (2) para ironizar decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Ao comentar a decisão que livrou José Dirceu do uso da tornozeleira eletrônica, Dallagnol disse que o ministro da Suprema Corte “cancela cautelares de seu ex-chefe”. Toffoli cassou a decisão do juiz Sérgio Moro de impor a Dirceu o uso da tornozeleira. O ministro afirmou na sentença que Moro “extravasou” sua competência ao determinar a medida cautelar . “O Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR, em decisão com extravasamento de suas competências, restabeleceu medidas...

O procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol usou o Twitter nesta segunda-feira (2) para ironizar decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Ao comentar a decisão que livrou José Dirceu do uso da tornozeleira eletrônica, Dallagnol disse que o ministro da Suprema Corte “cancela cautelares de seu ex-chefe”.

Toffoli cassou a decisão do juiz Sérgio Moro de impor a Dirceu o uso da tornozeleira. O ministro afirmou na sentença que Moro “extravasou” sua competência ao determinar a medida cautelar .

“O Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR, em decisão com extravasamento de suas competências, restabeleceu medidas cautelares diversas da prisão, outrora determinadas em desfavor do paciente, à míngua de qualquer autorização deste Supremo Tribunal Federal, que, em decisão colegiada da Segunda Turma, deferiu medida cautelar em habeas corpus de ofício, para assegurar a liberdade plena ao ora reclamante até a conclusão de julgamento da ação”, sentenciou o ministro do STF”.

Dias Toffoli integrou a equipe do então ministro José Dirceu na Casa Civil. Antes, foi consultor jurídico da CUT e assessor parlamentar na Assembleia Legislativa de São Paulo, além de advogado de Lula nas campanhas de 1998, 2002, e 2006. No governo do ex-presidente. foi advogado-geral da União.

Veja também:  Após escândalo, imprensa internacional diz que Lula foi preso para não ganhar eleições

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags