Imprensa livre e independente
14 de setembro de 2018, 20h51

Datafolha e ‘Jornal Nacional’ fazem nome de Haddad disparar no Twitter

Menções ao candidato do PT levaram seu nome aos trending topics do Twiiter; petista apresentou o maior crescimento na pesquisa eleitoral do Datafolha e participará, nesta sexta-feira (14), de uma entrevista no "Jornal Nacional"

Reprodução/Facebook
As menções na noite desta sexta-feira (14) ao candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, no Twitter, fizeram com que seu nome se tornasse um dos mais populares da rede social. Ele participará, ainda hoje, de uma entrevista no ‘Jornal Nacional’, da Globo e, por conta das postagens relacionadas, a hashtag #HaddadÉLulaNoJN chegou ao segundo lugar dos trending topics. Pouco antes, a expressão “Haddad 13%” ocupava a lista dos assuntos mais populares da rede social por conta do resultado da última pesquisa Datafolha, que apontou o petista em segundo lugar, com 13% das intenções de voto. O ex-prefeito de São...

As menções na noite desta sexta-feira (14) ao candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, no Twitter, fizeram com que seu nome se tornasse um dos mais populares da rede social. Ele participará, ainda hoje, de uma entrevista no ‘Jornal Nacional’, da Globo e, por conta das postagens relacionadas, a hashtag #HaddadÉLulaNoJN chegou ao segundo lugar dos trending topics.

Pouco antes, a expressão “Haddad 13%” ocupava a lista dos assuntos mais populares da rede social por conta do resultado da última pesquisa Datafolha, que apontou o petista em segundo lugar, com 13% das intenções de voto. O ex-prefeito de São Paulo foi o candidato que mais apresentou crescimento neste levantamento.

Confira algumas reações.

Veja também:  Bonner "demite" Sérgio Moro ao vivo no Jornal Nacional

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum