Imprensa livre e independente
19 de agosto de 2017, 11h24

Datena detona Temer: “Isso é uma calamidade, um tapa na cara da sociedade”

Apresentador, que apoiou o impeachment que colocou o PMDB no governo, não economizou críticas ao corte de R$ 10 anunciado no salário mínimo Da Redação José Luiz Datena partiu para o ataque em seu programa, Brasil Urgente, da Band. “Fiquem mexendo com a boiada, que quando a boiada estourar em cima de vocês eu vou adorar ver um monte de bandido eleito sendo pisoteado pelo povo”, vociferou. O corte de R$ 10 no salário mínimo foi o estopim para que Datena explodisse. Não faltaram críticas, inclusive à Reforma da Previdência. “Vocês deveriam ter um mínimo de vergonha na cara”, gritou...

Apresentador, que apoiou o impeachment que colocou o PMDB no governo, não economizou críticas ao corte de R$ 10 anunciado no salário mínimo

Da Redação

José Luiz Datena partiu para o ataque em seu programa, Brasil Urgente, da Band. “Fiquem mexendo com a boiada, que quando a boiada estourar em cima de vocês eu vou adorar ver um monte de bandido eleito sendo pisoteado pelo povo”, vociferou. O corte de R$ 10 no salário mínimo foi o estopim para que Datena explodisse.

Não faltaram críticas, inclusive à Reforma da Previdência. “Vocês deveriam ter um mínimo de vergonha na cara”, gritou o apresentador que apoiou o impeachment contra a ex-presidenta Dilma, que levou o Michel Temer ao poder. “Isso é uma calamidade, um tapa na cara da sociedade”, continuou.

Disse ainda que “esses políticos não têm mais limite da vergonha na cara”. “Vocês deveriam ser executados em praça pública”, condenou.

Assista ao vídeo completo:

Foto: Reprodução/ YouTube

Veja também:  Presidente do TRF-4, que elogiou sentença de Moro, deve ser escalado para julgar recurso de Lula

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum