Imprensa livre e independente
13 de dezembro de 2016, 19h17

De novo, PM reprime quem protesta contra a PEC 55 em Brasília

Os agentes impediram os manifestantes de seguirem em direção ao Congresso. Por Redação A Polícia Militar do Distrito Federal reprimiu mais uma vez a manifestação contra a PEC 55, que congela os investimentos em saúde em educação por 20 anos, que acontece nesta terça-feira (15), em Brasília. Os agentes impediram os manifestantes de seguirem em direção ao Congresso. Algumas pessoas fizeram barricadas e e queimaram um ônibus. Em um outro ponto da cidade, com o uso da Cavalaria e da Tropa de Choque da PM, os manifestantes recuaram em direção ao Setor de Autarquias Sul (ao lado da rodoviária, que foi...

Os agentes impediram os manifestantes de seguirem em direção ao Congresso.

Por Redação

A Polícia Militar do Distrito Federal reprimiu mais uma vez a manifestação contra a PEC 55, que congela os investimentos em saúde em educação por 20 anos, que acontece nesta terça-feira (15), em Brasília. Os agentes impediram os manifestantes de seguirem em direção ao Congresso.

Algumas pessoas fizeram barricadas e e queimaram um ônibus. Em um outro ponto da cidade, com o uso da Cavalaria e da Tropa de Choque da PM, os manifestantes recuaram em direção ao Setor de Autarquias Sul (ao lado da rodoviária, que foi isolado pela polícia).

A Tropa de Choque ainda está a postos e os manifestantes estão espalhados pelo Setor de Autarquias Sul. A polícia ainda usa bombas de gás lacrimogênio para continuar a dispersão dos manifestantes.

Durante a votação do primeiro turno, no dia 30 de novembro, a Policia Militar já havia reprimido fortemente a manifestação contra a PEC 55.

 

Foto: Mídia Ninja

Foto: Mídia Ninja

Foto: Mídia Ninja

Foto: Mídia Ninja

WhatsApp Image 2016-12-13 at 19.05.45

Veja também:  Presidente de Portugal parabeniza Chico Buarque. Bolsonaro até agora não se manifestou

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum