10 de agosto de 2018, 11h44

Debate paralelo de Haddad e Manuela D’Ávila teve audiência próxima a 2 milhões de internautas

Apenas no Facebook oficial do ex-presidente Lula, a conversa contou com a assistência de 829 mil pessoas; evento foi retransmitido por mais de 100 canais

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Apesar do veto em participar do encontro da Band, o debate paralelo que reuniu Fernando Haddad e Manuela D’Ávila, na noite desta quinta-feira (9), foi assistido por cerca de 2 milhões de internautas. Apenas no Facebook oficial de Lula, a conversa contou com a assistência de 829 mil pessoas. Várias outras contas transmitiram o evento. A página de Fernando Haddad registra 190 mil pessoas; a de Manuela, 102 mil; a do PT, 197 mil; de Gleisi Hoffmann, 150 mil. A soma chega a quase 1,5 milhão.

Isso sem contar outras contas ligadas ao PT no Facebook e YouTube, além da retransmissão por mais de 100 canais, totalizando perto de 2 milhões de pessoas. As consultas foram feitas nesta sexta-feira (10), às 11 horas.

O debate paralelo teve início com a leitura da carta que Lula escreveu a respeito de sua ausência do encontro da Band. Em seguida, Haddad, Manuela, a senadora e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann e o ex-presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli mantiveram uma conversa ampla, apresentando detalhes do Plano Lula de Governo. O ex-presidente colocou suas ideias em vários vídeos, falando sobre economia, reforma tributária, segurança pública, saúde, meio ambiente, política externa, entre outros.