ASSISTA
15 de setembro de 2016, 17h31

Defesa de Lula vai recorrer ao Conselho do MP por conduta dos procuradores da Lava Jato

“Nenhum membro do Ministério Público pode antecipar juízo de valor em relação a uma investigações não concluída”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins Por Victor Labaki A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quinta-feira (15) que vai recorrer ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra os procuradores da Lava Jato sob a acusação de […]

“Nenhum membro do Ministério Público pode antecipar juízo de valor em relação a uma investigações não concluída”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins

Por Victor Labaki

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quinta-feira (15) que vai recorrer ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra os procuradores da Lava Jato sob a acusação de “antecipar o juízo de valor sobre uma investigação não concluída”.

“Nenhum membro do Ministério Público pode antecipar juízo de valor em relação a uma investigações não concluída. Essa regra é clara, foi editada pelo CNMP, mas parece que não foi observada neste caso”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins.

Ele disse também que já existe uma investigação em curso, mas que o pedido foi reforçado depois da entrevista coletiva da última quarta-feira (15) em que, segundo a defesa, os procuradores atentaram contra a honra de Lula.

“Hoje nós reforçamos o pedido diante daquele espetáculo indevido que foi realizado na data de ontem para confirmar a conduta que vinha sido adotada com o intuito de enxovalhar a reputação do ex-presidente Lula e de sua família. É uma medida jurídica, é apropriada já que os membros do Ministério Público usam do cargo para macular a honra de um cidadão”, completou o advogado.

O ex-presidente fez um pronunciamento nesta quinta-feira (15) no “Novotel Jaraguá”, no centro de São Paulo, e também criticou a atitude dos procuradores da Lava Jato.

“Eu conquistei o direito de andar de cabeça erguida nesse país. Provem uma corrupção minha que eu irei a pé até Curitiba, como as pessoas vão para Aparecida do Norte pagar as promessas, eu irei a pé”, disse Lula.

Foto de Capa: José Cruz/Agência Brasil