COMPRE JÁ
14 de junho de 2018, 12h12

Delegado da PF volta à vigília Lula Livre e escreve ‘Bolsonaro’ no chão

Gastão Schefer Neto é o mesmo que quebrou o equipamento de som da vigília Lula Livre, em maio

O delegado pichando o asfalto. Foto: Eduardo Matysiak

O delegado da Polícia Federal (PF), Gastão Schefer Neto, o mesmo que quebrou o equipamento de som da vigília Lula Livre, em maio, foi fotografado por Eduardo Matysiak pintando a palavra Bolsonaro no asfalto, na noite desta quarta-feira (14), pouco antes do ataque com fogo à vigília.

Manifestantes da Vigília Lula Livre denunciaram em vídeo publicado na madrugada desta quinta-feira um ataque ao acampamento em Curitiba.

O autor do vídeo conta que moradores de casas vizinhas à Praça Olga Benário (forma como o local próximo à Polícia Federal foi batizado pela Vigília) atearam fogo em pneus para afugentar os defensores da libertação do ex-presidente Lula.

Delegado não foi punido

No início de maio, o delegado Gastao Schefer Neto se infiltrou durante o ato “Bom Dia, Lula” e, de um momento para o outro, quebrou o equipamento de som.

Os seguranças voluntários o detiveram e impediram que ele fosse linchado pela multidão. O “Bom Dia” já havia ocorrido.

O delegado, até agora, não foi punido.