Imprensa livre e independente
31 de outubro de 2017, 13h21

Denúncias de Tacla Duran sobre Lava Jato serão ouvidas pela CPMI da JBS

Requerimento de autoria dos deputados Paulo Pimenta e Wadih Damous, ambos do PT, foi aprovada nesta terça-feira (31).

Requerimento de autoria dos deputados Paulo Pimenta e Wadih Damous, ambos do PT, foi aprovado nesta terça-feira (31). Da Redação Na manhã desta terça-feira (31), o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) usou sua conta oficial no Twitter para divulgar a aprovação de seu requerimento, em conjunto com o também deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que solicita o depoimento do advogado Tacla Duran na CPMI da JBS. Este é um dos depoimentos mais esperados desta comissão, uma vez que o ex-defensor da Odebrecht, que atualmente vive na Espanha costuma disparar acusações contra a empreiteira e também contra a atuação da força-tarefa...

Requerimento de autoria dos deputados Paulo Pimenta e Wadih Damous, ambos do PT, foi aprovado nesta terça-feira (31).

Da Redação

Na manhã desta terça-feira (31), o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) usou sua conta oficial no Twitter para divulgar a aprovação de seu requerimento, em conjunto com o também deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que solicita o depoimento do advogado Tacla Duran na CPMI da JBS.

Este é um dos depoimentos mais esperados desta comissão, uma vez que o ex-defensor da Odebrecht, que atualmente vive na Espanha costuma disparar acusações contra a empreiteira e também contra a atuação da força-tarefa da Operação Lava Jato. Seu depoimento deveria ter acontecido no dia 26 de setembro, mas foi adiado por problemas técnicos, segundo informou, à época, o deputado Capitão Augusto (PR-SP).


Foto: Reprodução/ Twitter

Veja também:  AO VIVO: Ministro da Educação se explica à Câmara sobre cortes na educação

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum