Seja Sócio Fórum
12 de dezembro de 2018, 19h21

Depois de bate-boca de deputados do PSL, Bolsonaro repreende uso de WhatsApp

“O presidente Jair Bolsonaro é contra a criação de grupos de WhatsApp porque em um grupo existem diversas pessoas e, quando esses prints vazam, ninguém sabe quem é que vazou”, disse Eduardo Bolsonaro

Foto: Divulgação/Governo de Transição Depois de um intenso bate-boca envolvendo deputados eleitos pelo PSL, pelo WhatsApp, o que provocou um mal-estar entre os grupos que brigam pelo poder dentro do partido, Jair Bolsonaro resolveu repreender a utilização do aplicativo de mensagens por parlamentares para abordarem temas que interessam à sigla, de acordo com informações de Felipe Amorim e Gustavo Maia, do UOL. O aviso foi dado durante encontro com a futura bancada do PSL no Congresso Nacional, na tarde desta quarta-feira (12). Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui...

Foto: Divulgação/Governo de Transição

Depois de um intenso bate-boca envolvendo deputados eleitos pelo PSL, pelo WhatsApp, o que provocou um mal-estar entre os grupos que brigam pelo poder dentro do partido, Jair Bolsonaro resolveu repreender a utilização do aplicativo de mensagens por parlamentares para abordarem temas que interessam à sigla, de acordo com informações de Felipe Amorim e Gustavo Maia, do UOL.

O aviso foi dado durante encontro com a futura bancada do PSL no Congresso Nacional, na tarde desta quarta-feira (12).

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Eduardo Bolsonaro, filho do militar e deputado eleito, disse o seguinte sobre o assunto: “O presidente Jair Bolsonaro é contra a criação de grupos de WhatsApp porque em um grupo existem diversas pessoas e, quando esses prints vazam, ninguém sabe quem é que vazou”, disse.

De acordo com Eduardo, o “ideal” é prática de conversas pessoais ou “um com o outro” no aplicativo. “E aí, em caso de vazamento, a gente sabe quem é que vazou”, acrescentou.

Líder do PSL

Durante a reunião da bancada com o presidente eleito ficou definido que a liderança do PSL na Câmara dos Deputados será exercida, até fevereiro, pelo deputado Delegado Waldir (GO), atual vice-líder.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum