Imprensa livre e independente
06 de março de 2018, 19h05

Depois de chamar Maria do Rosário de “vaca”, deputado é obrigado a pedir desculpas no plenário

Em 2016, o deputado estadual Cabo Júlio (PMDB-MG) chamou, por três vezes, a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) de "vaca", baseado ainda em uma notícia falsa. Parlamentar entrou na Justiça e MP determinou a retratação pública, que foi feita hoje no plenário da Assembleia. Assista

“Vitória contra o machismo e as fake news”. Assim a deputada Maria do Rosário (PT-RS) classificou a determinação do Ministério Público de Minas Gerais, que obrigou o deputado estadual Cabo Júlio (PMDB-MG) a pedir desculpas públicas à parlamentar no plenário da Assembleia mineira. Em 2016, o deputado chamou por três vezes a parlamentar petista de “vaca” ao comentar uma suposta declaração de Rosário sobre o caso de um motorista da Uber que era ex-policial militar e que reagiu a um assalto. “O quê que essa, me perdoe a palavra, essa ‘vaca’ estava dizendo, estava dizendo assim, que não era para...

“Vitória contra o machismo e as fake news”. Assim a deputada Maria do Rosário (PT-RS) classificou a determinação do Ministério Público de Minas Gerais, que obrigou o deputado estadual Cabo Júlio (PMDB-MG) a pedir desculpas públicas à parlamentar no plenário da Assembleia mineira.

Em 2016, o deputado chamou por três vezes a parlamentar petista de “vaca” ao comentar uma suposta declaração de Rosário sobre o caso de um motorista da Uber que era ex-policial militar e que reagiu a um assalto.

“O quê que essa, me perdoe a palavra, essa ‘vaca’ estava dizendo, estava dizendo assim, que não era para o policial ter reagido, policial vítima do assalto ter reagido (…) Que pra falar uma bobeira dessa era melhor essa ‘vaca’ calar a boca. (…) Deputada Maria do Rosário, do Rio Grande do Sul, enfie a sua língua onde você quiser, mas não fale esse tanto de bobagem não. Sua ‘vaca’”, disse Cabo Júlio na ocasião.

Acontece que ele se referia a uma notícia falsa. Maria do Rosário jamais comentou o caso do policial e foi alvo de uma montagem divulgada nas redes sociais.

Veja também:  MPF quer suspender licitação de autódromo do Rio, onde Bolsonaro quer realizar GP de Fórmula-1

A deputada, então, acionou o Ministério Público de Minas Gerais, que determinou a retratação pública do deputado. O pedido de desculpas foi feito nesta terça-feira (6).

Por meio de nota, Maria do Rosário comemorou o pedido de desculpas.

Confira, abaixo, o vídeo que mostra a retratação de Cabo Júlio e, na sequência, a íntegra da nota da parlamentar petista sobre o caso.

Nota da deputada federal Maria do Rosário

VITÓRIA CONTRA O MACHISMO E AS FAKE NEWS

Na semana que marca o Dia Internacional da Mulher, também comemoramos mais uma vitória contra o machismo.
Na sessão desta terça-feira (6) da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, um deputado que havia nos atacado foi obrigado a se retratar publicamente, pedindo desculpas a mim e a todas as mulheres pela agressão injustificável.

Saúdo o Ministério Público daquele Estado, na pessoa do promotor de Justiça, Daniel de Oliveira Malard, por ter intermediado este pedido de desculpas.

A retratação é simbólica e representa o resgate de princípios de respeito à dignidade humana que cabe a todos os cidadãos observar. Ainda mais fundamental que sejam observados por quem exerce autoridade pública, que devem ser exemplo positivo para a sociedade.

Procuro sempre realizar um bom debate, no âmbito respeitoso da política. O ódio não pode ter assento nos parlamentos, casas de diálogo e debates que têm a responsabilidade de construir e qualificar a democracia.

O pedido público de desculpas também é uma vitória contra as criminosas notícias falsas. Nosso mandato tem sido vítima quase que diariamente destas “fake news”, fabricadas pelos que semeiam o ódio e mentem para sobreviver politicamente. Inventam notícias e as reproduzem a partir de sites que desprezam a verdade. A agressão do parlamentar se deu a partir de uma destas notícias falsas na Internet.

Em nome da verdade temos feito a opção de enfrentar agressões na Justiça. Com isto, uma série de vitórias tem sido asseguradas e outras mais virão.

Sigo firme e intransigente na defesa dos direitos das mulheres e de todos e todas que têm os seus direitos e dignidade atacados. Mais uma vez compartilho esta conquista com todas as mulheres brasileiras.

Deputada federal Maria do Rosário (PT-RS)

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum