Imprensa livre e independente
18 de janeiro de 2017, 15h31

Depois de São Paulo e Florianópolis, Recife tem ato contra o aumento das passagens no transporte

O reajuste de 14,26%, foi aprovado na última sexta-feira (13), contrariando a promessa feita em campanha pelo governador Paulo Câmara (PSB) de manter um preço único de R$2,15 nas passagens de ônibus Por Pedro Francisco de Paula, colaborador da Após o atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), prometer em sua campanha o valor único de R$2,15 da passagem do ônibus e não cumprir, estudantes realizaram, na tarde desta terça-feira (17), um protesto contra o aumento das tarifas na Região Metropolitana do Recife (RMR). Foto: Pedro Francisco de Paula Os manifestantes caminharam da rua do Hospício, na Boa Vista, até...

O reajuste de 14,26%, foi aprovado na última sexta-feira (13), contrariando a promessa feita em campanha pelo governador Paulo Câmara (PSB) de manter um preço único de R$2,15 nas passagens de ônibus

Por Pedro Francisco de Paula, colaborador da

Após o atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), prometer em sua campanha o valor único de R$2,15 da passagem do ônibus e não cumprir, estudantes realizaram, na tarde desta terça-feira (17), um protesto contra o aumento das tarifas na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Foto: Pedro Francisco de Paula

Foto: Pedro Francisco de Paula

Os manifestantes caminharam da rua do Hospício, na Boa Vista, até avenida Agamenon Magalhães, onde o ato foi encerrado por volta das 19h.

No trajeto, um carro de som repetia por diversas vezes um discurso de Paulo Câmara durante a campanha em que ele prometia o valor único para as passagens.

Reajuste

O reajuste de 14,26%, foi aprovado na última sexta-feira (13) pelo Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) e passou a vigorar no domingo (15). O percentual é aproximadamente o dobro da inflação de 2016.

Veja também:  Paulo Guedes x Rodrigo Maia, a mais nova crise do governo Bolsonaro

O anel A subiu de R$ 2,80 para R$ 3,20, o B, de R$ 3,85 para R$ 4,40, o D, de R$ 3 para R$ 3,45, e o G, de R$ 1,85 para R$ 2,10. Lembrando que o benefício de pagar meia passagem aos domingos no anel A por R$1,60 também está ameaçado de acabar.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum