17 de fevereiro de 2019, 11h13

Deputada federal e presidenta do PSL Bahia é acusada de desvio de verba pública partidária para sua campanha

Vereador David Salomão, de Vitória da Conquista, declarou que Dayane Pimentel desviou R$ 483 mil da verba partidária para sua campanha, ficando ela com a maior parte do dinheiro

Foto: Reprodução/Vídeo
David Salomão, vereador da cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, usou a tribuna da Câmara para fazer graves denúncias envolvendo o partido de Jair Bolsonaro. Salomão acusou a deputada federal Dayane Pimentel, presidenta do PSL baiano, e o seu marido Alberto Pimentel, secretário do partido no estado, de acordo com o site Feira denúncias. O vereador declarou que a deputada desviou R$ 483 mil da verba partidária para sua campanha, ficando ela com a maior parte do dinheiro. Denuncia, ainda, que Pimentel, hoje secretário municipal do governo de ACM Neto, tem antecedentes criminais. Ao final do discurso, Salomão pediu...

David Salomão, vereador da cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, usou a tribuna da Câmara para fazer graves denúncias envolvendo o partido de Jair Bolsonaro. Salomão acusou a deputada federal Dayane Pimentel, presidenta do PSL baiano, e o seu marido Alberto Pimentel, secretário do partido no estado, de acordo com o site Feira denúncias.

O vereador declarou que a deputada desviou R$ 483 mil da verba partidária para sua campanha, ficando ela com a maior parte do dinheiro. Denuncia, ainda, que Pimentel, hoje secretário municipal do governo de ACM Neto, tem antecedentes criminais.

Ao final do discurso, Salomão pediu para Bolsonaro deixar o PSL, para que possa fazer o governo ao lado de pessoas honestas conforme prometeu na campanha.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.