13 de janeiro de 2019, 15h33

Deputada Martha Rocha (PDT-RJ) é alvo de atentado a tiros no RJ

Deputada, que foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, já havia sido alertada sobre a possibilidade de sofrer um atentado arquitetado por milicianos e, por isso, estava em um carro blindado, o que garantiu sua segurança; motorista foi alvejado no tornozelo

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
A deputada estadual Martha Rocha (PDT-RJ) foi alvo, na manhã deste domingo (13), de um atentado a tiros na zona Norte do Rio de Janeiro. Ela estava indo para uma missa com sua mãe idosa quando um carro branco se aproximou do seu, um homem saiu pela janela e efetuou disparos de fuzil. Primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, a deputada já havia recebido através do Disque Denúncia, recentemente, alertas de que poderia ser alvo do ataque de milicianos, o que a levou a comprar um carro blindado. A parlamentar e sua mãe...

A deputada estadual Martha Rocha (PDT-RJ) foi alvo, na manhã deste domingo (13), de um atentado a tiros na zona Norte do Rio de Janeiro. Ela estava indo para uma missa com sua mãe idosa quando um carro branco se aproximou do seu, um homem saiu pela janela e efetuou disparos de fuzil.

Primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, a deputada já havia recebido através do Disque Denúncia, recentemente, alertas de que poderia ser alvo do ataque de milicianos, o que a levou a comprar um carro blindado. A parlamentar e sua mãe não se feriram. Já o motorista foi alvejado no tornozelo e encaminhado ao hospital.

O autor do ataque ainda fugiu e ainda não foi identificado. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) da capital, pois se trata de uma parlamentar e ex-chefe de Polícia Civil. A Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) também está no caso.