20 de dezembro de 2018, 20h19

Deputado tucano pede a expulsão de Aécio Neves do PSDB

Pedido foi protocolado na Executiva Nacional do partido pelo deputado Wherles Fernandes da Rocha (PSDB-AC), sob alegação de quebra de decoro parlamentar

Foto: Lula Marques/Agência PT

Alvo de mais uma operação da Polícia Federal nesta quinta-feira (20), que cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados à sua família, Aécio enfrenta forte pressão interna para que saia do partido. Agora, terá de enfrentar a primeira representação pedindo a sua expulsão do PSDB.

O pedido foi protocolado na Executiva Nacional da legenda pelo deputado Wherles Fernandes da Rocha (PSDB-AC), sob alegação de quebra de decoro parlamentar.

O documento foi endereçado ao presidente do partido, o ex-governador Geraldo Alckmin, e deverá seguir para o Conselho de Ética.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

“Nós temos de preservar o PSDB, que está pagando uma conta muito alta por causa do desgaste do Aécio”, afirmou Rocha, ao Estado de S.Paulo. “Queremos que o partido se posicione: ou Aécio sai ou vamos ter uma debandada no PSDB. Mas achamos que quem tem de sair é ele, e não nós”, declarou.

Para o deputado, as investigações que indicam o envolvimento de Aécio no esquema de propinas da JBS são contundentes. “As gravações são mais do que cristalinas e mostram a quebra do decoro. Não estou nem me prendendo à questão criminal”, disse.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais