Imprensa livre e independente
10 de janeiro de 2015, 14h26

Dilma apoiará projeto que criminaliza a homofobia

Segundo ministros, a ideia da presidenta é aprovar PL que define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los.

Segundo ministros, a ideia da presidenta é aprovar PL que define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los Por Redação | Foto: Roberto Stuckert Filho/PR A presidenta Dilma Rousseff (PT) pretende, em seu segundo mandato, cumprir uma de suas promessas de campanha: a criminalização da homofobia. De acordo com matéria publicada neste sábado (10) pelo jornal Folha de S. Paulo, a ideia da petista é apoiar o projeto de lei 7582/2014, de autoria da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los. A informação foi passada à Folha por...

Segundo ministros, a ideia da presidenta é aprovar PL que define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los

Por Redação | Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff (PT) pretende, em seu segundo mandato, cumprir uma de suas promessas de campanha: a criminalização da homofobia.

De acordo com matéria publicada neste sábado (10) pelo jornal Folha de S. Paulo, a ideia da petista é apoiar o projeto de lei 7582/2014, de autoria da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), que define os crimes de ódio e intolerância e cria mecanismos para coibi-los. A informação foi passada à Folha por ministros do governo.

Dilma quer apoiar, ainda, o PL 4471/12, de autoria dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP), Fábio Trad (PMDB-MS), Delegado Protógenes (PCdoB-SP) e Miro Teixeira (Pros-RJ). O projeto cria regras rigorosas para a apuração de mortes e lesões corporais decorrentes das ações de agentes do Estado, como policiais, e acaba com a possibilidade de serem justificadas como auto de resistência.

Veja também:  Erika Kokay vai à Corregedoria contra PM que disse que ia “brincar com comunas na Esplanada”

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum