Imprensa livre e independente
20 de julho de 2015, 20h24

Dilma: “O Brasil não aceita viver com intolerância e preconceito”

Pelo Twitter, a presidenta lembrou do aniversário de cinco anos da criação do Estatuto da Igualdade Racial e pediu para que as pessoas denunciem atos de discriminação.

Pelo Twitter, a presidenta lembrou do aniversário de cinco anos da criação do Estatuto da Igualdade Racial e pediu para que as pessoas denunciem atos de discriminação  Por Redação Por meio de seu perfil no Twitter, a presidenta Dilma Rousseff lembrou, nesta segunda-feira (20), dos cinco anos de criação do Estatuto da Igualdade Racial e ressaltou a importância da lei para o combate ao racismo. “A Lei é uma conquista para o movimento negro e para todos os brasileiros e brasileiras”, tuitou, enfatizando que o Estatuto é fruto, justamente, da luta dos movimentos sociais em cogestão com o governo federal.  “O Brasil é uma...

Pelo Twitter, a presidenta lembrou do aniversário de cinco anos da criação do Estatuto da Igualdade Racial e pediu para que as pessoas denunciem atos de discriminação 

Por Redação

Por meio de seu perfil no Twitter, a presidenta Dilma Rousseff lembrou, nesta segunda-feira (20), dos cinco anos de criação do Estatuto da Igualdade Racial e ressaltou a importância da lei para o combate ao racismo.

“A Lei é uma conquista para o movimento negro e para todos os brasileiros e brasileiras”, tuitou, enfatizando que o Estatuto é fruto, justamente, da luta dos movimentos sociais em cogestão com o governo federal. 

O Brasil é uma terra generosa e não aceita conviver com a intolerância e o preconceito. Não aceite o preconceito. Denuncie!”, completou em outro post. 

A lei, sancionada em 2010, propõe itens que equiparam os direitos dos negros em áreas como saúde, educação, liberdade religiosa e trabalho.

Foto: Divulgação 

 

 

Veja também:  Com faixa de Marielle, Movimento Negro interrompe homenagem a Princesa Isabel na Câmara

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum