Imprensa livre e independente
17 de janeiro de 2017, 12h09

Dilma: Prisão de Boulos fere democracia e criminaliza defesa dos direitos sociais

A ex-presidenta Dilma Roussef acaba de soltar nota, através do Blog do Planalto, sobre a prisão de Guilherme Boulos, Coordenador do MTST, em São Paulo, pela polícia de Geraldo Alckmin.

A ex-presidenta Dilma Roussef acaba de soltar nota, através do Blog do Planalto, sobre a prisão de Guilherme Boulos, Coordenador do MTST, em São Paulo, pela polícia de Geraldo Alckmin. Do Blog do Planalto A prisão do líder do MTST, Guilherme Boulos, é inaceitável. Os movimentos sociais devem ter garantidos a liberdade e os direitos sociais, claramente expressos na nossa Constituição cidadã, especialmente, o direito à livre manifestação. Prender Guilherme Boulos, quando defendia um desfecho favorável às famílias da Vila Colonial em São Paulo, evidencia um forte retrocesso. Mostra a opção por um caminho que fere nossa democracia e criminaliza...

A ex-presidenta Dilma Roussef acaba de soltar nota, através do Blog do Planalto, sobre a prisão de Guilherme Boulos, Coordenador do MTST, em São Paulo, pela polícia de Geraldo Alckmin.

Do Blog do Planalto

A prisão do líder do MTST, Guilherme Boulos, é inaceitável. Os movimentos sociais devem ter garantidos a liberdade e os direitos sociais, claramente expressos na nossa Constituição cidadã, especialmente, o direito à livre manifestação.

Prender Guilherme Boulos, quando defendia um desfecho favorável às famílias da Vila Colonial em São Paulo, evidencia um forte retrocesso. Mostra a opção por um caminho que fere nossa democracia e criminaliza a defesa dos direitos sociais do nosso povo.

DILMA ROUSSEFF

Veja também:  Jean Paul: "estamos tendo uma belíssima aula magna em todo país"

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum