05 de novembro de 2018, 17h49

Direção-Geral do Senado veta jornalistas em sessão no Congresso com Bolsonaro

Profissionais de imprensa estão proibidos de entrar no plenário da Câmara durante evento em homenagem aos 30 anos da Constituição Federal

Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Responsável por organizar as reuniões da Câmara e do Senado, a Direção-Geral do Senado resolveu vetar a entrada de profissionais de imprensa no plenário da Câmara, durante a sessão desta terça-feira (5), que promete marcar o retorno de Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional, de acordo com informações de Amanda Almeida e Robson Bonin, de O Globo.

O órgão distribuiu um comunicado interno, no qual diz determina que o “acesso ao plenário da Câmara dos Deputados será restrito às autoridades, parlamentares e servidores autorizados”. A própria Polícia Legislativa da Câmara confirmou a proibição de jornalistas.

“Nas Sessões Conjuntas, a segurança é sempre organizada pela Polícia do Senado Federal. O combinado é que a imprensa terá acesso às galerias e ao Salão Verde. No salão do plenário, estará somente a imprensa interna (TVSenado e TVCâmara)”, contém a nota.

O Congresso promoverá nesta terça uma sessão solene para festejar os 30 anos da Constituição Federal. Um forte esquema de segurança foi montado e o evento está sendo tratado como um ensaio para a posse de Bolsonaro em janeiro.