Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

23 de maio de 2019, 06h00

Direitos Humanos da Câmara condena “passarela da adoção” em Cuiabá

Usuários do Twitter consideraram que jovens a espera de uma família foram tratados como 'mercadoria'; OAB-MT afirma que "em nenhum momento houve a exposição de crianças e adolescentes"

"Passarela da Adoção" expõe crianças a pretendentes a pais (Reprodução)

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Helder Salomão (PT-ES), reagiu com indignação à notícia do desfile realizado no shopping Pantanal de Cuiabá, com crianças e adolescentes de 4 a 17 anos, para incentivar a adoção. Para ele houve uma exposição “desnecessária e inaceitável de crianças”, que deveriam receber a proteção e a tutela do Estado e foram colocadas em situação constrangedora que pode acarretar em maior sofrimento emocional.

“Indivíduos que já foram prejudicados e feridos pela própria vida, colocados para ‘competir pelo prêmio da adoção’, que evidentemente incentiva a adoção através da aparência”, ressaltou ao blog o Congressista.

O desfile foi realizado pela Associação mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara) em parceria com a Comissão de Infância e Juventude (CIJ) da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), que contou com o apoio do governo do Estado e do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT). O objetivo era que pretendentes a pais pudessem escolher os possíveis filhos adotivos.

“Ter a OAB-MT envolvida neste evento torna o caso ainda mais estarrecedor. Órgão que se propõe a auxiliar na construção democrática e defesa dos interesses da sociedade, compactuar com a violação de direitos fundamentais de crianças e adolescentes é evidentemente inaceitável”, pontuou Salomão.

Veja também:  No Twitter, Bolsonaro diz que "infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua"

O presidente da CDH disse que vai solicitar informações ao Conselho Federal da OAB sobre o fato, bem como instar ao Ministério Público de Mato Grosso e ao Tribunal de Justiça Estadual a se manifestarem sobre o ocorrido. “O poder público estadual não pode silenciar, porque se trata da segunda edição do evento e isso nos causa estranhamento”, destacou.

Segundo o site TV Mais News, 20 crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos que estão acolhidos em instituições de Cuiabá e Várzea Grande ganharam “roupas novas, um dia de beleza, incluindo penteados e maquiagem, tudo isso para se divertirem no desfile que pode resultar no encontro de uma família”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum