Imprensa livre e independente
24 de agosto de 2017, 09h19

Dirigente do DEM sobre a entrada de Doria: “Como vamos receber um traidor no partido?”

Um outro dirigente diz que "tudo depende das circunstâncias". E que Doria pode entrar no DEM ainda que em desacordo com Alckmin.

Um outro dirigente diz que “tudo depende das circunstâncias”. E que Doria pode entrar no DEM ainda que em desacordo com Alckmin. Da Redação* De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o DEM está dividido sobre a possibilidade de o prefeito João Doria (PSDB-SP) entrar no partido para disputar a eleição presidencial de 2018. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já deu estocadas no tucano e minimizou a possibilidade. Já grupos como o do ministro Mendonça Filho, da Educação, por exemplo, não têm antipatia pela ideia. “Como vamos receber o Doria no partido como traidor do governador Geraldo Alckmin...

Um outro dirigente diz que “tudo depende das circunstâncias”. E que Doria pode entrar no DEM ainda que em desacordo com Alckmin.

Da Redação*

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o DEM está dividido sobre a possibilidade de o prefeito João Doria (PSDB-SP) entrar no partido para disputar a eleição presidencial de 2018. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, já deu estocadas no tucano e minimizou a possibilidade. Já grupos como o do ministro Mendonça Filho, da Educação, por exemplo, não têm antipatia pela ideia.

“Como vamos receber o Doria no partido como traidor do governador Geraldo Alckmin [padrinho político do prefeito que também tem pretensões presidenciais]?”, pergunta um terceiro dirigente que se alinha à ala da resistência ao prefeito.

Um outro dirigente diz que “tudo depende das circunstâncias”. E que Doria pode entrar no DEM ainda que em desacordo com Alckmin.

Já o prefeito tem reiterado que não sai do PSDB em nenhuma hipótese.

*Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Foto: Alexandre Carvalho/A2img

Veja também:  Um avanço civilizatório: discriminação contra LGBTI+ agora é crime

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum