ASSISTA
31 de julho de 2013, 21h30

Bashar Al Assad cria conta no Instagram e tenta mostrar Síria sem guerra

Apesar de conviver com uma guerra civil há 28 meses, presidente tenta humanizar sua gestão na rede social

Apesar de conviver com uma guerra civil há 28 meses,  presidente tenta humanizar sua gestão na rede social

Por Redação

Assad cumprimenta sírios em imagem divulgada em seu Instagram (Foto: Reprodução Instagram)

O presidente Bashar Al Assad, que comanda a Síria, criou uma conta no Instagram e começou a compartilhar fotos no dia 24 de julho. As postagens estão gerando polêmica, pois mostram sírios felizes e o governante próximo do povo.

As imagens mostram Assad cumprimentando a população e visitando feridos no hospital, enquanto  sua esposa, Asma Assad, celebra com formandas de uma universidade e conversa com crianças.

As postagens destoam das imagens produzidas pelo conflito que assola os sírios há 28 meses. De acordo com a ONU, cerca de seis mil pessoas deixam a Síria todos os dias e o conflito já resultou em mais de 93 mil mortes.

“Repulsivo”

Na tarde desta quarta-feira (31), a porta-voz do governo estadunidense Marie Harf chamou de “repulsiva” a conta. “Isto não é nada além que um truque de relações públicas deplorável”, afirmou a representante americana.

Além do Instagram, Assad mantém contas ativas no Twitter e no Facebook.