Imprensa livre e independente
25 de maio de 2019, 16h19

“É algo inútil e inadequado”, diz Doria sobre manifestações pró-Bolsonaro

Um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro nas eleições, governador de São Paulo acha que “o povo já foi à rua, já manifestou as suas posições”

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apesar de ter sido um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro nas eleições 2018, se posicionou de forma contrária às manifestações pró-governo, marcadas para este domingo (26). “O povo já foi à rua, já manifestou as suas posições. Consideramos como algo inútil, inadequado, e estabelecendo o potencial de confronto que não é o momento”, declarou. A afirmação de Doria ocorreu durante entrevista à imprensa neste sábado (25), em encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), fórum que reúne governadores do Sul e do Sudeste. Ele destacou, ainda, que o Brasil...

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), apesar de ter sido um dos principais apoiadores de Jair Bolsonaro nas eleições 2018, se posicionou de forma contrária às manifestações pró-governo, marcadas para este domingo (26).

“O povo já foi à rua, já manifestou as suas posições. Consideramos como algo inútil, inadequado, e estabelecendo o potencial de confronto que não é o momento”, declarou.

A afirmação de Doria ocorreu durante entrevista à imprensa neste sábado (25), em encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), fórum que reúne governadores do Sul e do Sudeste.

Ele destacou, ainda, que o Brasil necessita de paz e equilíbrio para que possa existir um bom entendimento entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. “Com paz, ter o foco na reforma da Previdência, que é fundamental para o país, e, na sequência, nas demais reformas”, acrescentou.

Veja também:  Manuela D'Ávila indica que Bolsonaro cometeu crime de responsabillidade

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum