08 de outubro de 2018, 16h17

“É comunista”: jovem veste camiseta vermelha e é agredido por eleitores de Bolsonaro

Pai de jovem postou vídeo das agressões em sua rede social: "Mesmo sendo pobre e negro, sempre teve dignidade"

Um jovem foi espancado em Teresina (PI) por simpatizantes do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) por estar vestindo uma camiseta vermelha e ter respondido às agressões verbais que sofreu. O pai do arquiteto postou as imagens em seu Facebook no sábado (6).

De acordo com o depoimento de Paulo Bezerra, eles agrediram o jovem enquanto gritavam palavras de ordem. No vídeo é possível ouvir alguns falando “é comunista”, como justificativa para as agressões. Os homens que espancam o jovem vestem camisas com o rosto e nome do candidato militar.

Segundo o pai, foi dito que o filho dele teria roubado um celular, mas que isso é mentira. “Mesmo sendo pobre e negro, sempre teve dignidade e nunca deixamos faltar nada”, afirmou Bezerra, em seu depoimento.

Veja o vídeo aqui.