Imprensa livre e independente
30 de setembro de 2018, 11h37

Edir Macedo ordena desembarque da campanha de Alckmin e determina apoio a Bolsonaro

O PRB, braço partidário da Universal e sócio-fundador do Centrão, apoia oficialmente a coligação tucana

Edir Macedo, dono da Igreja Universal. Foto: Divulgação
A coluna de Lauro Jardim informa que o bispo Edir Macedo reuniu na quinta-feira (27) a cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus, em São Paulo, para fazer duas determinações. A principal delas é descarregar todas as forças e orações em Jair Bolsonaro. Macedo já avisou ao comando de campanha do capitão que gravará um vídeo de apoio à sua candidatura. A outra, e um tanto óbvia, foi que todos desembarquem imediatamente da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB). O PRB, braço partidário da Universal e sócio-fundador do Centrão, apoia oficialmente a coligação tucana. O PRB chegou a cogitar uma...

A coluna de Lauro Jardim informa que o bispo Edir Macedo reuniu na quinta-feira (27) a cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus, em São Paulo, para fazer duas determinações.

A principal delas é descarregar todas as forças e orações em Jair Bolsonaro. Macedo já avisou ao comando de campanha do capitão que gravará um vídeo de apoio à sua candidatura.

A outra, e um tanto óbvia, foi que todos desembarquem imediatamente da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB).

O PRB, braço partidário da Universal e sócio-fundador do Centrão, apoia oficialmente a coligação tucana.

O PRB chegou a cogitar uma candidatura própria este ano indicando o empresário Flávio Rocha, mas este desistiu da candidatura.

Lideranças políticas e religiosas ligadas à Universal chegaram a atuar, em 2017, no sentido de convencer Macedo a candidatar-se, confiando na força da bancada evangélica no Congresso Nacional.

O bispo não aceitou.

Veja também:  Olavo de Carvalho surta com divulgação de seu programa na EBC e acusa Santos Cruz

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum