Imprensa livre e independente
06 de maio de 2019, 14h25

Eduardo Bolsonaro cancela audiência com embaixador palestino do Fatah após conflito entre Israel e Hamas

Chanceler informal, Filho de Bolsonaro cancelou reunião com Ibrahim Alzeben, que representa a Autoridade Nacional Palestina, governada por Mahmoud Abbas, do Fatah, inimigo histórico do Hamas, que controla a Faixa de Faza

O deputado Eduardo Bolsonaro (Reprodução/Fickr)
Chanceler informal do governo do pai, Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/RJ), que preside a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara, cancelou na manhã desta segunda-feira (6) audiência que teria amanhã com o embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben. A justificativa dada ao jornal O Globo por Eduardo foi o aumento do conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas na Faixa de Gaza, que já resultaram em quase 30 mortes de ambos os lados. No entanto, Alzeben representa a Autoridade Nacional Palestina, governada por Mahmoud Abbas, do Fatah, inimigo histórico do Hamas, que...

Chanceler informal do governo do pai, Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/RJ), que preside a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara, cancelou na manhã desta segunda-feira (6) audiência que teria amanhã com o embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben.

A justificativa dada ao jornal O Globo por Eduardo foi o aumento do conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas na Faixa de Gaza, que já resultaram em quase 30 mortes de ambos os lados. No entanto, Alzeben representa a Autoridade Nacional Palestina, governada por Mahmoud Abbas, do Fatah, inimigo histórico do Hamas, que controla a Faixa de Faza.

O filho de Bolsonaro ainda cancelou reunião com o embaixador iraniano, Seyed Ali Saghaeyan, acusando o Irã de enviar armas ao Hamas.

Pelo Twitter, Eduardo também compartilhou publicações do presidente estadunidense Donald Trump, com “100% de apoio a Israel”, das forças armadas israelenses e gravou vídeo dizendo Israel é “vítima de ataques, mas quase sempre é pintado como vilão”.

Veja também:  Mourão: conversas de Moro e Dallagnol são "privadas" e foram "descontextualizadas"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum