Imprensa livre e independente
17 de dezembro de 2018, 10h15

Eduardo Bolsonaro critica Enem e toma invertida: “Flávio tinha 4 laranjas. Carlos escondeu uma. Onde está Queiroz?”

"O motorista recebia R$ 20 mil por mês, movimentou R$ 1,2 milhão em um ano, quantos meses teve esse ano?", tuitou outro seguidor.

Montagem
Ativista e diplomata em mensagem pelo Twitter, o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) tomou uma invertida neste domingo (17) ao criticar questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que focavam patrimônios linguísticos do Brasil, chamando de “bizarrices”. “Imagino que se nada tivesse mudado no Brasil ano que vem as questões do ENEM seriam sobre pajubá e mansidiome”, tuitou. Leia também: Eduardo Bolsonaro sobre Queiroz: “Você sabe o que o seu estagiário está fazendo?” Imagino que se nada tivesse mudado no Brasil ano que vem as questões do ENEM seriam sobre pajubá e mansidiome. Pior é que quando essas bizarrices...

Ativista e diplomata em mensagem pelo Twitter, o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) tomou uma invertida neste domingo (17) ao criticar questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que focavam patrimônios linguísticos do Brasil, chamando de “bizarrices”. “Imagino que se nada tivesse mudado no Brasil ano que vem as questões do ENEM seriam sobre pajubá e mansidiome”, tuitou.

Leia também: Eduardo Bolsonaro sobre Queiroz: “Você sabe o que o seu estagiário está fazendo?”

Doutora em Filosofia, mestre em História, vencedora do Prêmio Saraiva Literatura e colunista da Fórum, a escritora Elika Takimoto explicou ao filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), a questão – “Se tivesse visto a prova e interpretado corretamente a questão, veria que não precisa saber o significado das palavras” – e sugeriu um novo teste.

Veja também:  Bolsonaro "ensina" reforma da Previdência a alunos de escola pública e é corrigido por Paulo Guedes

“Sugiro uma questão de Matemática boa aqui: Flávio tinha 4 laranjas. Carlos escondeu uma. Eduardo disse que não sabe do que se trata. Onde está Queiroz?”, tuitou a escritora.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Outros seguidores do deputado, deram sugestões. “Já tenho uma questão para o ENEM dos bolsominions: onde foi parar Fabricio Queiroz?”, sugeriu Renan Araújo.

“Agora teremos questões mais objetivas e relevantes, tipo: O motorista recebia R$ 20 mil por mês, movimentou R$ 1.2 milhão em um ano, quantos meses teve esse ano?”, tuitou outro seguidor.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Eduardo Bolsonaro diz "Lula" para dar dica sobre a palavra "livre" em programa na Rede TV

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum