ASSISTA
28 de setembro de 2016, 14h01

Em aula, Lewandowski classifica impeachment de Dilma como “tropeço na democracia”

Ministro do STF ainda criticou as mudanças no Ensino Médio propostas pelo governo Temer.

Ministro do STF ainda criticou as mudanças no Ensino Médio propostas pelo governo Temer

Por Redação, com informações da Caros Amigos

Nesta segunda-feira (26), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, durante aula na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na Universidade de São Paulo (USP), onde leciona, classificou o impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff como um “tropeço na democracia”. As informações foram extraídas de um áudio divulgado pelo portal da Caros Amigos.

“Esse impeachment, todos assistiram e devem ter a sua opinião sobre ele. Mas encerra exatamente um ciclo, daqueles aos quais eu me referia, a cada 25, 30 anos no Brasil, nós temos um tropeço na nossa democracia. Lamentável”, afirmou. Lewandowski disse ainda que os universitários talvez possam garantir um futuro melhor: “quem sabe vocês, jovens, conseguem mudar o rumo da história”.

Além disso, o ministro também comentou, no âmbito jurídico, sobre as mudanças na educação propostas pelo governo de Michel Temer. “Reforma do Ensino Médio por medida provisória? Alguns iluminados se fecharam num gabinete e decidiram ‘Vamos tirar educação física, artes’. Nem projeto de lei foi. Não se consultou a população”, ressaltou.

Confira no áudio abaixo:

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil