31 de janeiro de 2018, 16h15

Em caso semelhante ao de Lula, STJ manda prender agente da PF

Advogados argumentam que seria necessário esgotar todas as possibilidades de recurso. O ministro do STJ, Humberto Martins, entendeu que cabe o cumprimento antecipado da condenação

Advogados argumentam que seria necessário esgotar todas as possibilidades de recurso. O ministro do STJ, Humberto Martins, entendeu que cabe o cumprimento antecipado da condenação

Da Redação*

A informação e da coluna de Lauro Jardim. O ministro do STJ Humberto Martins determinou há pouco que o ex-agente da PF Jayme Alves de Oliveira Filho inicie o cumprimento da pena imediatamente.

O escritório Teixeira Martins, o mesmo que defende Lula, entrou com o pedido de habeas corpus para evitar que ele cumprisse a sentença após ter sido condenado pelo TRF da 4ª Região a 13 anos de prisão. Eles argumentam que seria necessário esgotar todas as possibilidades de recurso.

O ministro, no entanto, entendeu que cabe o cumprimento antecipado da condenação, conforme determinou a segunda instância.

Jayme Careca, como era conhecido, transportava malas de dinheiro para Alberto Youssef. Segundo as investigações, o “Transcareca” transportou mais de R$ 13 milhões.

*Com informações da coluna de Lauro Jardim

Foto: Reprodução YouTube