Seja Sócio Fórum
18 de março de 2019, 21h22

Em convenção nacional, PDT fecha questão contra reforma da Previdência de Bolsonaro

Partido de Ciro Gomes deliberou que vai punir parlamentares que votarem a favor da PEC; decisão é má notícia para base de Bolsonaro, que esperava conseguir alguns votos do PDT

Foto: Fatima Meira
Em convenção nacional realizada na tarde desta segunda-feira (18) em Brasília, o PDT fechou questão contra a reforma da Previdência do governo que será votada no Congresso Nacional. A decisão é uma má notícia para a base aliada de Jair Bolsonaro, que esperava conquistar alguns votos entre os pedetistas. No encontro, o partido de Ciro Gomes deliberou que os parlamentares que votarem a favor da reforma serão punidos. Desde o ano passado que o PDT se posiciona contra a reforma da Previdência que vinha sendo colocada pelo então candidato Jair Bolsonaro e tem procurado apresentar alternativas. O PT também já...

Em convenção nacional realizada na tarde desta segunda-feira (18) em Brasília, o PDT fechou questão contra a reforma da Previdência do governo que será votada no Congresso Nacional.

A decisão é uma má notícia para a base aliada de Jair Bolsonaro, que esperava conquistar alguns votos entre os pedetistas.

No encontro, o partido de Ciro Gomes deliberou que os parlamentares que votarem a favor da reforma serão punidos.

Desde o ano passado que o PDT se posiciona contra a reforma da Previdência que vinha sendo colocada pelo então candidato Jair Bolsonaro e tem procurado apresentar alternativas. O PT também já sinalizou que votará contra o projeto do governo.

Na semana passada, Ciro Gomes, inclusive, convocou a população para as manifestações contra a reforma da Previdência marcadas para a próxima sexta-feira (22).

Principais pontos do projeto de reforma da Previdência do governo 

Aposentadoria rural – A idade mínima passa a ser de 60 anos para mulheres e homens. Hoje é de 55 e 60 anos, respectivamente. O tempo de contribuição mínimo sobe de 15 para 20 anos.

Professores – idade mínima de 60 anos para homens e mulheres com tempo de contribuição mínimo de 30 anos.

Idade mínima – homens deverão ter 65 anos e mulheres 62 anos para se aposentar.

Aposentadoria por tempo de contribuição – deixa de existir essa possibilidade, pois a idade mínima passará a ser exigida. Hoje, sem idade mínima, mulheres que contribuíram por 30 anos e homens que contribuíram por 35 anos podem se aposentar.

BPC – o Benefício de Prestação Continuada (BPC), renda mensal de um salário mínimo a idosos e deficientes em condições de miseralibidade, cai para R$ 400. Com a reforma o benefício poderá ser pago a partir dos 60 anos. Para ter acesso ao valor de um salário mínimo, o idoso deverá completar 70 anos.

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum