Imprensa livre e independente
22 de maio de 2019, 19h07

Em inglês, Paulo Coelho anuncia que vai denunciar “insanidades” do Brasil ao mundo

Reconhecido internacionalmente, o autor brasileiro que mais vendeu livros ao redor do mundo avisou pelo Twitter: "Posso não mudar nada, mas não ficarei em silêncio"

Um dos esportes nacionais: atacar, vilipendiar, desprezar e achincalhar Paulo Coelho (Foto site oficial)
Foto: Reprodução
O escritor Paulo Coelho usou sua conta do Twitter na tarde desta quarta-feira (22) para anunciar que passará a usar a rede social para denunciar as “insanidades” que se passam no Brasil. “Meu país está passando por um momento muito complicado. Conto com você para entender que, nos próximos dias, vou usar o Twitter principalmente para denunciar algumas insanidades de lá. Eu não posso mudar nada, mas pelo menos eu não vou ficar em silêncio”, escreveu Coelho, em uma postagem originalmente publicada em inglês. My country is going through a very complicated moment. I count on you to understand that...

O escritor Paulo Coelho usou sua conta do Twitter na tarde desta quarta-feira (22) para anunciar que passará a usar a rede social para denunciar as “insanidades” que se passam no Brasil.

“Meu país está passando por um momento muito complicado. Conto com você para entender que, nos próximos dias, vou usar o Twitter principalmente para denunciar algumas insanidades de lá. Eu não posso mudar nada, mas pelo menos eu não vou ficar em silêncio”, escreveu Coelho, em uma postagem originalmente publicada em inglês.

Reconhecido internacionalmente, Paulo Coelho é o autor brasileiro que mais vendeu livros no exterior. Já há alguns anos ele mora em Genebra, na Suíça, mas vem para o Brasil periodicamente.

Veja também:  Por quê lutei para Sergio Moro não ser agraciado com o título Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Maringá

Desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência no Brasil, o escritor vem se posicionando mais sobre política, sempre em um tom crítico ao atual governo.

Na terça-feira (21), por exemplo, clamou para que alguém do governo convencesse Bolsonaro a desautorizar as manifestações do dia 26, que tem entre suas principais pautas, além da defesa do presidente, o “fechamento” do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Ainda faltam 5 dias: espero que alguma alma inteligente no governo convença Bolsonaro a desautorizar manifestação de domingo Não é POSSÍVEL que alguém julgue boa ideia jogar Executivo contra Legislativo e Judiciário”, escreveu.

Na manhã desta quarta-feira (22), Coelho voltou a tocar no assunto. Marcha « a favor » : instrumento usado por Stálin, Franco, Hitler, Mussolini, Idi Amin, e outros”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum