Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

14 de fevereiro de 2019, 14h51

Em minuto de silêncio pelos mortos de Brumadinho, presidente da Vale é o único a não se levantar

Fábio Schvartsman se eximiu de culpa em depoimento à comissão externa instalada na Câmara. O registro é do repórter fotográfico Lula Marques

Presidente da Vale, Fábio Schvartsman, permanece sentado em minuto de silêncio pelos mortos em Brumadinho (Foto: Lula Marques)

De passagem pela Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (14) para prestar esclarecimentos sobre o desastre mais um desastre ambiental, o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, não se levantou quando todo o plenário da Comissão Externa de Brumadinho fez um minuto de silêncio em memória das vítimas do crime de sua empresa. O registro é do repórter fotográfico Lula Marques.

Conforme noticiado mais cedo pela repórter da Fórum Mariana Branco, Schvartsman disse que, por questões de agilidade, os gestores locais da empresa “têm total autonomia para tomar decisões” relacionadas a risco eminente nas barragens.

Segundo ele, “não há envolvimento” dos altos escalões “pelo simples fato de que nunca haveria tempo de envolvê-los em um processo desse tipo”. O tempo todo ele se referiu ao rompimento como “acidente”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.