Imprensa livre e independente
21 de fevereiro de 2019, 07h24

Em nota, O Globo diz que “não mudou linha editorial”, após áudio dizendo que Merval será mais “imparcial”

Em áudio vazado nas redes sociais, operadora de telemarketing tenta convencer leitor a manter assinatura "por apenas R$ 5,90" dizendo ainda que "Miriam Leitão está mais focada no conteúdo de economia"

Merval Pereira e Miriam Leitão (Reprodução/GloboNews)
Em nota publicada nesta quarta-feira (20), o jornal O Globo afirma que “não há, nem nunca houve, qualquer reunião para alterar a linha editorial do jornal”. A informação foi divulgada após o vazamento de um áudio de uma operadora de telemarketing, que vende assinaturas para o jornal, ter tentado convencer um leitor a manter continuar assinante dizendo que o colunista Merval Pereira seria mais “imparcial” e Miriam Leitão ficaria mais focada em comentar sobre economia. “O Merval já tem se colocado de uma forma mais imparcial. O Gabeira sempre foi né, mas o Merval já está tendo mudanças, a Miriam...

Em nota publicada nesta quarta-feira (20), o jornal O Globo afirma que “não há, nem nunca houve, qualquer reunião para alterar a linha editorial do jornal”.

A informação foi divulgada após o vazamento de um áudio de uma operadora de telemarketing, que vende assinaturas para o jornal, ter tentado convencer um leitor a manter continuar assinante dizendo que o colunista Merval Pereira seria mais “imparcial” e Miriam Leitão ficaria mais focada em comentar sobre economia.

“O Merval já tem se colocado de uma forma mais imparcial. O Gabeira sempre foi né, mas o Merval já está tendo mudanças, a Miriam Leitão está mais focada no conteúdo de economia, não está mais dando tanto palpite na parte de política, e esse é só o começo”, diz a atendente, que pede um “voto de confiança” do antigo leitor, para que volte e assinar o jornal por apenas R$ 5,90.

Na nota, O Globo diz que “foi, e sempre será, de um jornalismo apartidário e independente”.

“As opiniões do GLOBO são publicadas exclusivamente em seus editoriais, tendo nossos colunistas total independência para tratar dos temas que bem entenderem. O nosso time de colunistas, a propósito, busca sempre refletir uma visão plural de mundo, como pregam os princípios editoriais do Grupo Globo”, diz.

Veja também:  As “coincidências” entre o pedido de Moro para “inverter a ordem” de operações e a condução coercitiva de Lula

Ouça o áudio no Brasil 247.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum