Imprensa livre e independente
01 de junho de 2017, 17h50

Em nota oficial, organizadores do ato pelas diretas em SP dizem respeitar partidos

Os organizadores do ato com artistas pelas eleições diretas, que ocorrerá no domingo (4), em São Paulo, criticaram o “sensacionalismo” da imprensa, que noticiou que partidos políticos não seriam permitidos no evento. Leia  Por Redação  Causou polêmica nas redes sociais e nas discussões de partidos e movimentos sociais a notícia de que no ato pelas diretas em São Paulo, no domingo (4), não seriam permitida a presença e nem bandeiras de partidos políticos. Em nota divulgada nesta quinta-feira (1), a organização do ato-show divulgou uma nota oficial em que desmente a informação e afirmam que respeitam “a representação e a...

Os organizadores do ato com artistas pelas eleições diretas, que ocorrerá no domingo (4), em São Paulo, criticaram o “sensacionalismo” da imprensa, que noticiou que partidos políticos não seriam permitidos no evento. Leia 

Por Redação 

Causou polêmica nas redes sociais e nas discussões de partidos e movimentos sociais a notícia de que no ato pelas diretas em São Paulo, no domingo (4), não seriam permitida a presença e nem bandeiras de partidos políticos. Em nota divulgada nesta quinta-feira (1), a organização do ato-show divulgou uma nota oficial em que desmente a informação e afirmam que respeitam “a representação e a luta dos partidos políticos engajados pelas Diretas Já e o papel primordial dos mesmos na construção e na defesa da nossa democracia”.

O ato terá um caráter parecido com o que ocorreu no Rio de Janeiro no último domingo. Dezenas de artistas de renome nacional, ao lado de representantes de movimentos sociais e coletivos, bem como blocos carnavalescos da cidade, farão um grande show em defesa da democracia e pela saída do presidente Michel Temer do poder.

Veja também:  Polícia Militar reprime manifestação da Greve Geral no Rio de Janeiro

Confira a íntegra da nota dos organizadores.

Nós, organizadores do ato ‘SP pelas Diretas Já’, respeitamos a representação e a luta dos partidos políticos engajados pelas Diretas Já e o papel primordial dos mesmos na construção e na defesa da nossa democracia.

Em nenhum momento falamos em barrar ou excluir qualquer movimento do nosso ato, como foi publicado com sensacionalismo, em matérias na grande imprensa. Pelo contrário: achamos fundamental para a relevância da nossa manifestação a participação de todas e todos que estejam alinhados à causa das Diretas.

O que estamos propondo é uma nova linguagem: a partir de uma convocação da manifestação feita por artistas, mídia ativistas e grupos culturais, queremos estimular e envolver diversos setores da sociedade, inclusive os partidos, em torno dessa pauta urgente e que nos une.

Faremos um ato político com arte onde as falas dos movimentos sociais e culturais que acontecerão ao longo do domingo vão abordar as Diretas Ja e outras pautas nacionais de oposição ao desastroso governo Temer.

Reiteramos nosso convite para que todas e todos participem e se manifestem da maneira que desejarem para ocupar o Largo da Batata e fazermos um ato histórico, digno do espírito democrático e inovador da nossa querida cidade.

Foto: NINJA

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum