Imprensa livre e independente
23 de outubro de 2018, 22h09

Em novo vídeo, coronel que ofendeu Rosa Weber chama Gilmar Mendes de “criminoso”

O coronel da reserva Carlos Alves ameaça Gilmar Mendes e diz que “Lewandowski vai abrir o bico quando o Bolsonaro assumir a presidência da República”

Carlos Alves, coronel da reserva que divulgou um vídeo ofendendo a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a se pronunciar pelo YouTube em novo vídeo. Essa vez, o alvo principal de sua ira foi o ministro Gilmar Mendes. Entre outras afirmações, ele disse que “Lewandowski (Ricardo) vai abrir o bico quando o Bolsonaro assumir a presidência da República”, insinuando que o ministro sabe de supostas irregularidades cometidas por Gilmar. O militar também elogia Eduardo Bolsonaro, o juiz Sergio Moro e diz que o PT tem um plano para forjar um atentado contra Manuela D’Ávila, com o objetivo...

Carlos Alves, coronel da reserva que divulgou um vídeo ofendendo a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a se pronunciar pelo YouTube em novo vídeo. Essa vez, o alvo principal de sua ira foi o ministro Gilmar Mendes. Entre outras afirmações, ele disse que “Lewandowski (Ricardo) vai abrir o bico quando o Bolsonaro assumir a presidência da República”, insinuando que o ministro sabe de supostas irregularidades cometidas por Gilmar.

O militar também elogia Eduardo Bolsonaro, o juiz Sergio Moro e diz que o PT tem um plano para forjar um atentado contra Manuela D’Ávila, com o objetivo de ganhar eleitoralmente com o fato.

Em tom exaltado, Alves apoia Jair Bolsonaro e o General Mourão: “Nós vamos entrar juntos nessa linha. O Brasil vai ser consertado. Seus dias estão acabando, meu inimigo”, se referindo ao ministro Gilmar Mendes.

O STF já iria pedir investigação sobre o vídeo anterior.

Assista:

Veja também:  Ministros garantistas podem declarar Moro suspeito em processos de Lula no STF

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum