ASSISTA
05 de agosto de 2015, 16h58

Em que país do mundo você acha que um policial algemou duas crianças na escola?

Imagens mostram um policial algemando um menino de apenas oito anos - que sofre de hiperatividade e déficit de atenção - em uma escola nos Estados Unidos e há denúncias apontando que ele pode ter feito o mesmo com uma menina de 9 anos. Confira o vídeo

Imagens mostram um policial algemando um menino de apenas oito anos – que sofre de hiperatividade e déficit de atenção – em uma escola nos Estados Unidos e há denúncias apontando que ele pode ter feito o mesmo com uma menina de 9 anos. Confira o vídeo

Por Redação

Mais um episódio de abuso e violência da polícia norte-americana veio à tona com um vídeo divulgado nesta terça-feira (5). Os alvo de agora, no entanto, não foram jovens negros, como nos últimos casos que ficaram famosos, mas duas crianças dentro de uma escola: uma de 8 e outra de 9 anos.

De acordo com American Civil Liberties Union – entidade que divulgou o vídeo – o caso aconteceu no ano passado em uma escola no estado de Kentucky. Pelas imagens gravadas por uma pessoa escondida, é possível ver o policial que cuidava da escola mantendo um menino de apenas 8 anos algemado. Segundo a entidade, o garoto sofre de hiperatividade e déficit de atenção e o agente teria o algemado por conta do seu “comportamento inadequado”.

“Se você se comportar eu tiro”, diz o policial enquanto o menino chora e diz que as algemas o machucam. As mãos da criança eram tão pequenas que as algemas, inclusive, foram colocadas na parte de cima do seu braço. Além dos maus-tratos, há denúncias de que o policial tenha feito o mesmo com uma menina de 9 anos da mesma escola.

Nesta segunda-feira (4), Kevin Sumne – como foi identificado o policial – participou de uma audiência em que está sendo processado por ter provocado trauma e dor aos alunos. De acordo com a mãe do garoto, ele ainda chora, tem pesadelos e sente os traumas por conta da ação.