ASSISTA
16 de Março de 2017, 17h30

Em vídeo, Bolsonaro faz piada com feminicídio e porte de armas

Deputado tentou fazer uma "homenagem" às mulheres, mas ironia do político causou revolta nas redes.

Deputado tentou fazer uma “homenagem” às mulheres, mas ironia do político causou revolta nas redes

Por Redação

Circula pelas redes sociais um vídeo em que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) envia uma mensagem pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado no último dia 8. A gravação foi postada na página “Nas Ruas”, no Facebook, que surgiu para chamar pessoas para se manifestarem contra a ex-presidenta Dilma Rouseff.

“Parabéns a todas as mulheres do Brasil porque eu defendo a posse de armas de fogo para todos, né? Inclusive vocês, obviamente, as mulheres. Nós temos de acabar com o mi-mi-mi. Acabar com essa história de feminicídio, que, daí, com arma na cintura, vai ter é homicídio”, afirmou o parlamentar.

A líder do movimento “Nas Ruas”, Carla Zambelli, riu da declaração, mas o fato de o político fazer piada com um assunto tão sério gerou uma série de críticas ao vídeo. “Solução para o Brasil, armar a população? Meu Deus!”, escreveu um internauta. “Como pode defender um cara que apoia o estupro?”, questionou outro. “E é alguém que incita o homicídio que vocês querem como presidente?”, indagou um terceiro.

Assista a seguir.