Imprensa livre e independente
28 de março de 2019, 17h16

Entrevista com o diretor Thiago Mattar, que lança o documentário “O Barato de Iacanga”

O filme começa a circular nos primeiros meses de 2019 em vários festivais pelo Brasil e pelo mundo. Thiago conversou com a Fórum sobre o lançamento

Foto: Reprodução
O jovem diretor Thiago Mattar, jornalista e estreante como cineasta, impulsionado pela incrível e misteriosa história do obscuro Festival de Águas Claras, ocorrido entre o final dos anos 70 e início dos 80, em uma fazenda em Iacanga (SP), a pequena cidade onde morou a sua bisavó, resolveu, há dez anos, começar a pesquisar sobre o assunto. O resultado virou o filme “O Barato de Iacanga”, que trata sobre o festival, em que tocaram, entre outros, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Luiz Gonzaga, Egberto Gismonti, Sandra de Sá, Raul Seixas, Alceu Valença e, pasmem, João Gilberto. O filme começa a circular...

O jovem diretor Thiago Mattar, jornalista e estreante como cineasta, impulsionado pela incrível e misteriosa história do obscuro Festival de Águas Claras, ocorrido entre o final dos anos 70 e início dos 80, em uma fazenda em Iacanga (SP), a pequena cidade onde morou a sua bisavó, resolveu, há dez anos, começar a pesquisar sobre o assunto.

O resultado virou o filme “O Barato de Iacanga”, que trata sobre o festival, em que tocaram, entre outros, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Luiz Gonzaga, Egberto Gismonti, Sandra de Sá, Raul Seixas, Alceu Valença e, pasmem, João Gilberto.

O filme começa a circular nos primeiros meses de 2019 em vários festivais pelo Brasil e pelo mundo. Thiago conversou com a Fórum sobre “O Barato de Iacanga”.

Veja abaixo:

Veja também:  A aliados, Bolsonaro diz que Flávio é inocente e que não vão achar elo do filho com a milícia

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum