17 de março de 2018, 17h07

Equipe jurídica voluntária rastreia posts caluniosos contra Marielle nas redes sociais

Quem compartilhar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra a socióloga será devidamente processado

Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo – Foto: Reprodução Assim como acontecerá com a desembargadora Marília Castro Neves e com o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que atacaram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), pelas redes sociais, e serão alvos de representações no Conselho Nacional de Justiça e na Comissão de Ética da Câmara, respectivamente, quem tiver a mesma ideia deve se preocupar. Uma mensagem está circulando nas redes com o seguinte conteúdo: “Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que...

Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo – Foto: Reprodução

Assim como acontecerá com a desembargadora Marília Castro Neves e com o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que atacaram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), pelas redes sociais, e serão alvos de representações no Conselho Nacional de Justiça e na Comissão de Ética da Câmara, respectivamente, quem tiver a mesma ideia deve se preocupar. Uma mensagem está circulando nas redes com o seguinte conteúdo:

“Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo e quem compartilhar esse lixo será devidamente processado. Ela não será difamada. Não permitiremos”.

Os prints caluniosos devem ser encaminhados para o e-mail contato@ejsadvogadas.com.br