ASSISTA
17 de Março de 2018, 17h07

Equipe jurídica voluntária rastreia posts caluniosos contra Marielle nas redes sociais

Quem compartilhar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra a socióloga será devidamente processado

Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo – Foto: Reprodução

Assim como acontecerá com a desembargadora Marília Castro Neves e com o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que atacaram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), pelas redes sociais, e serão alvos de representações no Conselho Nacional de Justiça e na Comissão de Ética da Câmara, respectivamente, quem tiver a mesma ideia deve se preocupar. Uma mensagem está circulando nas redes com o seguinte conteúdo:

“Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo e quem compartilhar esse lixo será devidamente processado. Ela não será difamada. Não permitiremos”.

Os prints caluniosos devem ser encaminhados para o e-mail [email protected]