19 de fevereiro de 2014, 16h31

Escola Base: SBT é condenado a pagar R$ 200 mil a ex-donos

Em 1994, donos da instituição foram acusados de abusarem sexualmente dos alunos. À época, vários veículos divulgaram a falsa versão

Após ser alvo de matérias caluniosas, Escola Base foi pichada e depedrada

 

Em 1994, donos da instituição foram acusados de abusarem sexualmente dos alunos. À época, vários veículos divulgaram a falsa versão

Por Redação

A Justiça condenou o SBT por danos morais devido a reportagens exibidas em 1994, ano em que estourou o “escândalo” da Escola Base, acusando os donos do colégio de abusarem sexualmente dos alunos. A emissora vai ter de pagar R$ 200 mil a Icushiro Shimada e Maria Aparecida Shimada.

No processo, Aparecida e Icushiro alegam que tiveram as suas vidas destruídas por conta das reportagens. Além de canais de televisão, jornais e revistas também veicularam reportagens e diziam se basear em “fontes oficiais”. Depois, tudo foi desmentido, mas já era tarde, a escola foi depedrada, e os donos falidos e ameaçados de morte.

Além do SBT, a Rede Globo também foi condenada, em 2005, a pagar R$ 1,35 milhão, mas recorreu e o caso ainda não transitou em julgado. Os jornais O Estado de S. PauloFolha de S. Paulo e a revista IstoÉ também foram condenados. Em todos casos ainda não houve decisões do Superior Tribunal de Justiça (STJ).