15 de fevereiro de 2019, 20h12

Esquema laranjal: Filho de presidente do PSL foi contratado por 250 mil com recursos do fundo partidário

A Nox Entretenimentos se localiza em Jaboatão dos Guararapes (PE) e está registrada em nome de Cristiano de Petribu Bivar; contratação é alvo da Procuradoria Eleitoral de Pernambuco

Foto: Luís Macedo/Agência Câmara
Luciano Bivar (PE), deputado federal e presidente nacional do PSL, gastou R$ 250 mil originários do fundo eleitoral para contratar a empresa de um dos seus filhos durante as eleições de 2018, de acordo com informações de Fabio Serapião, Estado de S.Paulo. A Nox Entretenimentos se localiza em Jaboatão dos Guararapes (PE), a 20 quilômetros do Recife, e está registrada em nome de Cristiano de Petribu Bivar. Foi o segundo maior gasto da campanha dele. A contratação é alvo da Procuradoria Eleitoral de Pernambuco. Em parecer sobre a prestação de contas de Bivar, o procurador Francisco Machado Teixeira se posicionou...

Luciano Bivar (PE), deputado federal e presidente nacional do PSL, gastou R$ 250 mil originários do fundo eleitoral para contratar a empresa de um dos seus filhos durante as eleições de 2018, de acordo com informações de Fabio Serapião, Estado de S.Paulo.

A Nox Entretenimentos se localiza em Jaboatão dos Guararapes (PE), a 20 quilômetros do Recife, e está registrada em nome de Cristiano de Petribu Bivar. Foi o segundo maior gasto da campanha dele.

A contratação é alvo da Procuradoria Eleitoral de Pernambuco. Em parecer sobre a prestação de contas de Bivar, o procurador Francisco Machado Teixeira se posicionou pela aprovação com ressalvas. Ainda mencionou a necessidade de se investigar o possível “desvio de finalidade” no gasto destinado à empresa do filho de Bivar.

“Foram realizadas despesas com fornecedores de campanha que possuem relação de parentesco com o prestador de contas, o que pode indicar desvio de finalidade. O Ministério Público Eleitoral informa que extrairá cópia dos autos para investigação dos fatos”, diz o documento da Procuradoria Eleitoral.

À época da contratação, segundo a Justiça Eleitoral, era de responsabilidade do atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Ele presidiu o PSL durante o período da campanha eleitoral.

Outra empresa em que Cristiano Bivar é sócio, a Mitra Participações, aluga salas para o diretório do PSL no Recife.

Na prestação de contas de campanha, a empresa do filho do presidente do PSL aparece na segunda colocação entre as empresas que mais receberam.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.