AO VIVO
12 de agosto de 2015, 15h43

‘Esquenta’, da Globo, simula doação de brinquedos e pede para crianças devolvê-los

De acordo com uma mulher que participou das gravações, crianças receberam brinquedos apenas para simular uma doação, pois tiveram que devolvê-los à produção ao final. Regina Casé fala em "bobajada da internet" e garante que crianças da plateia não eram carentes; Globo afirma que entrega fazia parte de um "ato simbólico".

De acordo com uma mulher que participou das gravações, crianças receberam brinquedos apenas para simular uma doação, pois tiveram que devolvê-los à produção ao final. Regina Casé fala em “bobajada da internet” e garante que crianças da plateia não eram carentes; Globo afirma que entrega fazia parte de um “ato simbólico”

Por Redação

Depois da edição do último domingo (9), o programa ‘Esquenta’, da TV Globo, bem como a apresentadora Regina Casé, vem sendo alvo de polêmica nos portais e nas redes sociais. Isso porque a coluna “Zapping”, do jornal Agora, publicou na terça-feira (11) o depoimento de uma das convidadas que participou das gravações do programa. Ela acusou a produção de ‘pegar de volta’ os brinquedos entregues a crianças em um quadro de doações.

“No início, a produção entregou brinquedos para as crianças, somente para fingir que os levamos para fazer a doação. Depois, pediram para devolvermos os brinquedos colocando-os em um baú”, revelou a participante.

A Globo, no entanto, rebateu a declaração e afirmou que aquela entrega de brinquedos era um ‘ato simbólico’ e que, por isso, tiveram que ser devolvidos.

“Foi pedido que levassem um brinquedo para doação a uma instituição de caridade. Àqueles que não puderam ajudar, a produção cedeu gentilmente brinquedos para o ato simbólico da doação”, declarou em nota.

A apresentadora Regina Casé, por sua vez, fala em ‘bobajada da internet’. De acordo com ela, como muita gente não levou brinquedos para serem doados para as instituições de caridade, a produção, “num ato emocionante e generoso”, cedeu os brinquedos do programa para que as crianças fingissem que estavam doando.

“O que pode ter acontecido é que alguma criança pode ter segurado o negócio e depois não quis depositar no baú”, afirmou, garantindo ainda que “não tinha criança carente na plateia” e que o mais importante era que brinquedos reais estavam sendo doados às instituições.

Foto: Reprodução