Imprensa livre e independente
06 de setembro de 2018, 13h45

Estadão manipula gráfico para prejudicar Haddad

Em um dos gráficos que representa os índices de rejeição dos candidatos, divulgado pelo jornal, há uma clara distorção visual, com o objetivo de prejudicar o petista

Foto: Agência Brasil A chamada grande mídia continua se esforçando para prejudicar as candidaturas progressistas, especialmente a do PT. Para isso, não mede o uso de qualquer recurso para tentar enganar a opinião pública. O Estadão publicou gráfico distorcido para representar um dos recortes da pesquisa realizada pelo Ibope. Em um dos gráficos, mostrando os índices de rejeição dos candidatos, há uma clara distorção visual. Na imagem, cujo título é “Em quem não votaria de jeito nenhum?”, eles mostram que tanto Jair Bolsonaro quanto Fernando Haddad apresentam aumento de 7% no índice de rejeição. O candidato do PSL saltou de...

Foto: Agência Brasil

A chamada grande mídia continua se esforçando para prejudicar as candidaturas progressistas, especialmente a do PT. Para isso, não mede o uso de qualquer recurso para tentar enganar a opinião pública. O Estadão publicou gráfico distorcido para representar um dos recortes da pesquisa realizada pelo Ibope.

Em um dos gráficos, mostrando os índices de rejeição dos candidatos, há uma clara distorção visual. Na imagem, cujo título é “Em quem não votaria de jeito nenhum?”, eles mostram que tanto Jair Bolsonaro quanto Fernando Haddad apresentam aumento de 7% no índice de rejeição. O candidato do PSL saltou de 37% para 44%, enquanto o petista foi de 16% para 23%.

No entanto, existe uma nítida distorção: os 7% de aumento da rejeição de Bolsonaro são bem menores, em termos visuais, do que os 7% de Haddad. Pois, na imagem, a inclinação da seta que representa o petista corresponde a um espaço mais ou menos três vezes maior.

No gráfico, para facilitar a leitura, foi colocada, inclusive, uma marca em preto, com a frase: “Haddad deveria estar aqui”, o que representa que, se mantida a proporção correta, seria naquele ponto que a linha do petista deveria ter chegado.

Veja também:  Delis Ortiz, da Globo, dá Bíblia a Bolsonaro e agradece em nome dos jornalistas por entrevista que não pode ser gravada

Veja o gráfico:

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum