10 de outubro de 2018, 15h46

“Eu vou votar no PT para no dia seguinte poder fazer oposição”, afirma ator Pedro Cardoso

"O fascismo silencia, cala e mata opositores. É assim historicamente e é assim que Messias prometeu fazer. Jair é fake. Ele não é a solução de nada. Ele é o problema", disse o artista

Foto: Reprodução /Tv globo

O ator Pedro Cardoso postou um vídeo em suas redes sociais falando que irá votar no candidato Fernando Haddad (PT) para poder fazer oposição ao partido do presidenciável. Segundo ele, é preciso estar em uma democracia para poder lutar por uma política melhor. Sendo assim, ele diz que não é possível votar em Jair Bolsonaro (PSL), que defende o fascismo. “Eu vou votar no PT para no dia seguinte poder fazer oposição do PT”, afirmou o ator.

“Eu acho que o PT não deveria ir para o poder, eu acho que outras forças deveriam ter se organizado. Entretanto, a única força que se organizou de modo eficiente foi o fascismo de Messias [segundo nome de Bolsonaro]”, disse Cardoso. “Contra o fascismo de Messias, provavelmente, não será possível fazer oposição”, declarou o ator.

“O fascismo silencia, cala e mata opositores. É assim historicamente e é assim que Messias prometeu fazer. Jair é fake. Ele não é a solução de nada. Ele é o problema”, finalizou.

Veja o vídeo:

Leiam artigo de Eliane Brum, no El País; “Como Resistir em Tempos Brutos”; análise perfeita do momento! Uma contribuição inestimável para a democracia, trabalho de uma verdadeira jornalista! Tão superior aos bonecos empalhados dos canais de televisão. É na calada da noite, nos desvãos da legalidade que os estados facistas agem. Muitos alemães pouco sabiam das atrocidades cometidas pelos nazistas. Não se anunciava o extermínio em letreiros luminosos. Assim age a campanha de Messias. Agem na internet, escondidos, difamando, ameaçando… Uma vez no poder, criarão seus grupos para militares como fez a ditadura de 64; pessoas começarão a sumir e nunca mais voltar. Assim era sob a ditadura; assim voltará a ser. E os problemas tremendos que nos afligem, desemprego, violência, desmatamento, escolas e hospitais abandonados… continuarão sem serem enfrentados.O PT, com todas as contas que tem a nos prestar, tem projetos muitos mais consistentes para o futuro imediato do que o partido de Messias; basta ver a falta de preparo das pessoas que se elegeram pela legenda; confira os currículos e as declarações. Eu não votarei no PT porque ele é a solução total dos problemas brasileiros, mesmo porque o PT é parte do problema. Mas votarei no PT porque está provado que é possível fazer oposição, democrática e construtiva, ao PT.E vou votar em Fernando Haddad e Manuela D’Ávila; o que não é o mesmo que votar em José Dirceu (triste figura!), Pallocci, Mantega… E ainda defendo que Fernando se afaste do fantasma de Luís Inácio e governe por si mesmo. Acho Fernando mais capaz do que Lula; e acho Manuela D’Ávila mais capaz do que Fernando. Agora, estou satisfeito? Claro que não. A política permanece sequestrada pelos políticos! Permanece tudo igual. Os novos que substituíram os antigos são em tudo iguais!!! Renovação, pouquíssima! O melhor q aconteceu foi terem sido eleitas mais mulheres!!!!!Mas o que posso fazer? Votar no PT para que a democracia sobreviva. Essa é única chance de haver Brasil daqui há 3 semanas.

Posted by Pedro Cardoso on Tuesday, October 9, 2018