Imprensa livre e independente
17 de julho de 2017, 12h14

Evangélica Mara Maravilha diz que prefere a “boacumba” à macumba

"Eu nunca bati tambor, né [faz o gesto com as mãos]. Nada contra, eu respeito a religião, respeito a opção espiritual, mas assim, eu já tive fama de macumbeira e eu nunca foi macumbeira", responde.

“Eu nunca bati tambor, né [faz o gesto com as mãos]. Nada contra, eu respeito a religião, respeito a opção espiritual, mas assim, eu já tive fama de macumbeira e eu nunca foi macumbeira”, responde. Da Redação* A apresentadora evangélica Mara Maravilha disse, neste domingo (16), no Programa Sílvio Santos, que já teve fama de macumbeira, mas que “na verdade gosta mesmo é da “Boacumba”. “Eu nunca bati tambor, né [faz gesto com as mãos]. Nada contra, eu respeito a religião, respeito a opção espiritual, mas assim, eu já tive fama de macumbeira e eu nunca foi macumbeira”, responde. “Eu...

“Eu nunca bati tambor, né [faz o gesto com as mãos]. Nada contra, eu respeito a religião, respeito a opção espiritual, mas assim, eu já tive fama de macumbeira e eu nunca foi macumbeira”, responde.

Da Redação*

A apresentadora evangélica Mara Maravilha disse, neste domingo (16), no Programa Sílvio Santos, que já teve fama de macumbeira, mas que “na verdade gosta mesmo é da “Boacumba”.

“Eu nunca bati tambor, né [faz gesto com as mãos]. Nada contra, eu respeito a religião, respeito a opção espiritual, mas assim, eu já tive fama de macumbeira e eu nunca foi macumbeira”, responde.

“Eu acredito, assim, na ‘boacumba’. Esse negócio de macumba… Meu negócio é ‘boacumba’. Porque tem a macumba e tem a ‘boacumba'”, continuou.

Mara ainda fala que vai viajar à Bahia, que é de lá e tem orgulho disso, e insinua que o fato de ir pra lá faz com que as pessoas pensem que ela é “macumbeira”.

O diálogo com o apresentador pode ser visto a partir do minuto 6:15

Veja também:  Depois que Bolsonaro assumiu a Presidência, Procuradoria e STF frearam ações da Lava Jato

Foto: Reprodução Programa Sílvio Santos

 

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum