11 de dezembro de 2018, 07h55

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro que movimentou R$ 1,2 milhão mora em casa simples na Zona Oeste do Rio

Na casa de Queiroz, um adesivo rasgado com as fotos do presidente eleito Jair Bolsonaro e de seu filho Carlos, vereador no Rio, está colado na fachada, revela reportagem do jornal O Globo.

Em reportagem nesta terça-feira (11), o jornal O Globo, mostrou a casa onde o Policial Militar  Fabrício de Queiroz, que assessorou Flávio Bolsonaro (PSL/RJ) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), mora com a esposa, Márcia Aguiar – que também atuou como assessora de Flávio na Alerj. Segundo o jornal, o casal mora em uma casa simples e sem pintura externa, em um beco no bairro da Taquara, na Zona Oeste do Rio.

Leia também: Ex-assessor de Flavio Bolsonaro sacava dinheiro em valores similares a depósitos

“Na viela onde Queiroz mora com a mulher, Márcia Aguiar, os imóveis são colados uns aos outros. No beco há varais improvisados do lado de fora das casas, fios emaranhados e canos aparentes. Na casa de Queiroz, um adesivo rasgado com as fotos do presidente eleito Jair Bolsonaro e de seu filho Carlos, vereador no Rio, está colado na fachada. No segundo andar, que tem a laje sem revestimento, tapetes secavam no parapeito ainda sem janela”, descreve a reportagem, que não encontrou os moradores em casa.

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro é citado em relatório do Coaf por conta da “movimentação atípica” de R$ 1,2 milhão entre 2016 e 2017.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais