ASSISTA
29 de julho de 2014, 21h21

Exército reformula centro de informações e tem como alvo movimentos sociais

De acordo com o portal UOL, as áreas de inteligência e contra-inteligência já começaram a ser reforçadas, e a de operações voltará a funcionar Por Redação O exército brasileiro remodelará por completo seu Centro de Informações (CIE). As áreas de inteligência e contra-inteligência já começaram a ser reforçadas, e a de operações voltará a funcionar. A […]

De acordo com o portal UOL, as áreas de inteligência e contra-inteligência já começaram a ser reforçadas, e a de operações voltará a funcionar

Por Redação

O exército brasileiro remodelará por completo seu Centro de Informações (CIE). As áreas de inteligência e contra-inteligência já começaram a ser reforçadas, e a de operações voltará a funcionar. A reestruturação tem um alvo principal: o monitoramento de movimentos sociais. As informações são da coluna de Leandro Mazzini, do portal UOL.

De acordo com a nota, o Centro de Guerra Cibernética, localizado em Sobradinho, no Distrito Federal, também receberá investimentos em tecnologia. Oficiais de inteligência e de operações especiais, que atualmente se encontram na reserva, já estão sendo chamados para integrar a nova equipe.

Ainda segundo Mazzini, há mais de 20 anos o CIE vinha se limitando a fazer a clipagem de notícias e investigações internas do exército. Durante a ditadura militar, o departamento era responsável por perseguir os “subversivos”, e agia com total autonomia.

A assessoria do exército confirmou a reformulação, mas não forneceu detalhes sobre as novas linhas de atuação do CIE.

Foto de capa: Exército brasileiro