AO VIVO
13 de setembro de 2007, 10h30

Fábrica de brinquedos fortalece rede de Comércio Justo pernambucano

Produzidos há 27 anos, brinquedos pedagógicos ganharam impulso em 2000

Produzidos há 27 anos, brinquedos pedagógicos ganharam impulso em 2000

Por Adital

Quando ainda nem se falava em comércio justo no Brasil, a fábrica de brinquedos pedagógicos Art Gravatá já estava no mercado lutando contra as grandes indústrias de brinquedos. Apesar de existir há 27 anos, somente em 2000, com o apoio do programa de Comércio Justo e Solidário da organização Visão Mundial, a fábrica de brinquedos conseguiu ampliar as suas vendas.

A inserção no Programa foi fundamental para que os 30 produtores e produtoras da Art Gravatá, localizada na cidade de Gravatá, interior de Pernambuco, conseguissem ter acesso a informações sobre adequação de produto ao mercado, qualidade e abertura de novos canais de comercialização.

Hoje, com a qualidade adquirida e a articulação comercial intermediada pela Visão Mundial, a Art Gravatá vende seus produtos para escolas, creches e entidades de todo o Nordeste, além de exportar seus produtos para uma organização de Comércio Solidário da Holanda, que distribui para Luxemburgo e Bélgica.

Os brinquedos produzidos têm como matéria-prima principal a madeira e a tinta atóxica, o que permite ser direcionado ao público infantil sem danos à saúde da criança. Muito pelo contrário, os produtos têm finalidade educativa, estimulando o desenvolvimento das capacidades e habilidades psico-motoras das crianças. Recentemente, a fábrica voltou-se também para o público adulto, produzindo jogos de mesa que mexem com o raciocínio.

A mãozinha dada pelo programa de Comércio Justo já rende frutos que vão muito além do crescimento de mercados. As melhorias podem ser vistas também na elevação da auto-estima dos associados e o aumento de renda das famílias.

A Art Gravatá faz parte da associação Círculo de Trabalhadores Cristãos de Gravatá, entidade civil sem fins lucrativos fundada em 1962, que visa o desenvolvimento sócio-econômico e cultural do homem, trabalhando também nas áreas sociais de formação, capacitação e educação.

Adital