Imprensa livre e independente
03 de maio de 2017, 19h23

Falha do Whatsapp nesta quarta-feira é mundial

A empresa já reconheceu a falha que impede os usuários de várias partes do mundo de se comunicarem e informou que está trabalhando para normalizar o aplicativo o mais rápido possível. Conheça alternativas para, em situações como essa, não ficar na mão Por Redação Em tempos de dependência tecnológica, pessoas do mundo inteiro manifestaram, pelas redes sociais, desespero com a falha no aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp. Desde o final da tarde desta quarta-feira (3), usuários do Brasil, América Central, Estados Unidos, Europa e África relataram que o aplicativo de chat mais popular do mundo não estava funcionando. Em nota,...

A empresa já reconheceu a falha que impede os usuários de várias partes do mundo de se comunicarem e informou que está trabalhando para normalizar o aplicativo o mais rápido possível. Conheça alternativas para, em situações como essa, não ficar na mão

Por Redação

Em tempos de dependência tecnológica, pessoas do mundo inteiro manifestaram, pelas redes sociais, desespero com a falha no aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp. Desde o final da tarde desta quarta-feira (3), usuários do Brasil, América Central, Estados Unidos, Europa e África relataram que o aplicativo de chat mais popular do mundo não estava funcionando.

Em nota, a empresa reconheceu a falha e disse que está trabalhando o mais rápido possível para solucionar o problema. O Whatsapp tem cerca de 1,2 bilhão de usuários ativos, mensalmente, pelo mundo.

Conheça, abaixo, alguns aplicativos similares para não ficar na mão quando falhas assim ocorrerem.

 

Veja também:  Ator de 'Tropa de Elite' aconselha Bolsonaro a renunciar: "O senhor vai passar vergonha"

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum