ASSISTA
27 de Janeiro de 2018, 09h23

A falsa polêmica: Lula x Rafael Braga

Há seletividade penal e há seletividade racial do sistema penal. Então, essa briga entre ativistas, a mim, beira a estupidez. Não ajuda Lula. Não ajuda Rafael Braga, nem as mais de 700 mil pessoas em situação prisional. Só infla egos nas redes sociais.

Falsa polêmica: Lula x Rafael Braga. A meu ver, são casos incomparáveis e que se cruzam no ponto da seletividade penal e politização do Judiciário brasileiro. Ainda assim, uma seletividade penal cruzada e não interseccionada (sim, há diferenças).

Ambos simbólicos e que deveriam constituir o repertório de quem, seriamente, quer debater e ser ativista sobre a refundação do Judiciário brasileiro em diferentes aspectos: um do ponto de vista da judicialização da política; outro do ponto de vista do debate sobre um Judiciário que existe, desde o surgimento, para manter privilégios e um sistema de desigualdades baseado em hierarquias raciais; ambos tratando da politização do Judiciário (uma sempre realidade do país-empresa que somos desde a “descoberta”).

Há seletividade penal e há seletividade racial do sistema penal (este último, bem pontuado por Winnie Bueno, em artigo em sua coluna no Justificando). Não custa ler.

Então, essa briga entre ativistas, a mim, beira à estupidez. Não ajuda Lula. Não ajuda Rafael Braga, nem as mais de 700 mil pessoas em situação prisional. Só infla egos nas redes sociais.